Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso
Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, Ed. Marechal Rondon

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra
Avenida Brasil, 2351 - N, Jardim Europa, 78.300-901 (65) 3311-4800

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Prefeitura de Rondonópolis

Prefeitura de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411 - 3500 WhatsApp (Ouvidoria): (66) 9 8438 - 0857

quinta-feira, 4 de janeiro de 2024

ELEIÇÕES 2024: Respeito a opinião do Júlio Campos em apoiar pessoalmente o Botelho, mas houve um combinado, e não é ele quem define candidatura em Cuiabá dispara Fabio Garcia

O deputado federal licenciado, chefe da Casa Civil de Mato Grosso, e pré-candidato a prefeito por Cuiabá nas eleições de outubro de 2024, respondeu às críticas feitas pelo deputado Júlio Campos relacionado a sua candidatura dentro do União Brasil na capital.
Segundo Júlio Campos, “Botelho tem o melhor nome, mas é ele quem precisa decidir se ele fica ou não no UB”. Existe uma pressão dentro do UB para que o governador dê a Botelho uma carta o liberando par que ele possa migrar para outro partido, e com isso não sofra uma representação questionando o seu mandato de deputado por infidelidade partidária. Para Júlio Campos o governador Mauro Mendes é apenas presidente da sigla e não dono do partido. E que o candidato mais viável para o partido é Botelho. E que não adianta querer inventar moda. E que Fábio seria um bom nome desde que Botelho não fosse o candidato. Ressaltou também que as pesquisas mostram que Botelho venceria a eleição em Cuiabá.
Questionado sobre a possibilidade de dar ou não uma carta de liberação para que Botelho possa mudar de sigla, e sair candidato por outro partido, Júlio Campos comentou que quem decide, é a executiva, e não é a decisão de apenas uma pessoa. Nesse caso o presidente da executiva.“O governador não é dono do UB, ele presidente da executiva estadual. Nós temos um partido organizado em MT. O partido é maior que o governador, composto por cerca de 60 membros. E se o governador resistir em apenas assinar a carta de liberação, que vamos até a nacional referendar o que o diretório decidiu ” Disse Júlio.
Por outro lado, Fabio Garcia questionou um acordo já realizado anteriormente quando ainda nascia o União Brasil em MT. E oque ficou decido foi que Jayme e Júlio Campos tomaria conta de Várzea Grande e o grupo de Mauro Mendes comandaria o partido em Cuiabá.
“A carta de liberação não é um problema, houve um combinado com todos os deputados que estavam na mesa de quem quisesse sair do partido estava liberado para sair. E também houve um combinado dentro de uma reunião de que os campos cuidariam de Várzea Grande, e o governador Mauro Mendes cuidaria do processo em Cuiabá, então está todo mundo cumprindo o combinado”. Disse Fabio Garcia.Ainda segundo Fabio, pesquisa quantitativa não ganha e não define eleição. E que até mesmo o próprio Júlio Campos já perdeu eleição para governo baseado em pesquisa. E ganhou uma com Blairo Maggi quando ele ainda tinha apenas 3% da pesquisa.
“Eu sei que o Júlio tem a preferência pessoal dele pelo Botelho, ele não esconde isso. Eles têm uma relação histórica. Os Campos e Botelho são de Várzea Grande, então eu reconheço isso. Assim como tem no partido pessoas também que defendem o meu nome, como é o caso da deputada Gisela Simona, da vereadora Michele Alencar, e do próprio governador Mauro Mendes que também defende meu nome. Isso faz parte. Eu respeito o Júlio Campos, mas ele não define Cuiabá, então a apesar de respeitar a opinião do Júlio, ele não define Cuiabá e essa definição será feita pelo presidente do partido que nesse caso é o governador Mauro Mendes”. Disse Fabio Garcia.
Garcia também destacou que espera que a decisão para ser ou não candidato deve sair até o final de janeiro. E que não desiste de sua pré-candidatura a prefeito pelo União Brasil.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb
Curta nosso Instagram: @caminhopoliticomt
Curta nosso facebook: /cp.web.96

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos