Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

GOVERNO DE MATO GROSSO

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

terça-feira, 11 de junho de 2024

O CASO "ARROZ TIO NERI" E O "LEILÃO": Leilão de Arroz: Secretário da Agricultura entrega o cargo em meio a polêmicas

O ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, confirmou nesta terça-feira (11) a saída do secretário de Política Agrícola, Neri Geller, em meio a polêmicas envolvendo o leilão de arroz importado do governo.
Um filho de Geller, Marcelo Piccini Geller, abriu uma empresa com o ex-assessor do secretário Robson Luiz de Almeida França, um dos negociadores do leilão – alertando para um suposto caso de favorecimento. "Não há fato que desabone ou que gere qualquer tipo de suspeita, mas que de fato gerou transtorno, e, por isso, [Geller] colocou o cargo à disposição”, afirmou Fávaro.
Quando questionado se o ex-deputado federal foi demitido, Fávaro afirmou: “Ele pediu demissão e eu aceitei”.
Leilão de arroz
O presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Edegar Pretto, confirmou nesta terça-feira (11) o cancelamento do leilão para a compra de arroz importado. Segundo afirmou, empresas vencedoras poderiam não ter capacidade técnica e financeira para honrar os compromissos”. Um novo leilão será realizado, mas ainda não há data.
Na quinta-feira (6), o governo havia confirmado a compra de 263,4 mil toneladas do cereal, por um valor de R$ 1,32 bilhão. A intenção da companhia era comprar até 300 mil toneladas. Decidiu-se pela importação como medida contra o desabastecimento e o aumento dos preços do produto, após crise com chuvas que assolaram o Rio Grande do Sul – responsável por cerca de 70% da produção nacional. Como afirmado por Pretto, medida tinha como alvo unicamente o “elo mais fraco”, o consumidor.Na coletiva de imprensa desta terça-feira, os representantes do governo explicaram que “as empresas são representadas por bolsas de mercadorias” e somente quando se conclui o acordo é que se sabe o nome de quem venceu. O governo, ao ter acesso aos vendedores, questionou “se verdadeiramente estas teriam capacidade técnica e financeira para honrar os compromissos”.
O chefe da Conab também afirmou que o modelo, executado pela 1ª vez desde 1987, será revisto para um novo leilão. “Nós pretendemos fazer um novo leilão, quem sabe em outros modelos, para que a gente possa ter as garantias de que nós vamos contratar empresas que tenham a capacidade”, afirmou.
Entenda: entre as funções da Conab está administração de reservas de grãos e outros produtos agrícolas que podem tanto virar insumos, como o milho para ração, quanto chegar às gôndolas de supermercados. A finalidade é o controle de preços e/ou a garantia de oferta daquele produto. ADI nº 7.664: há também, em trâmite no Supremo Tribunal Federal (STF), uma ação movida pela Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA) que questiona constitucionalidade das Medidas Provisórias e demais atos que autorizam a realização do presente leilão.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico cpweb
Curta nosso Instagram: @caminhopoliticomt
Curta nosso facebook: /cp.web.96

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos