Cuiabá Bom de Bola

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Endereço: Av. André Maggi, 6 - Centro Político Administrativo, Cuiabá - MT, CEP.:78049-901

CÂMARA MUNICIPAL de RONDONÓPOLIS - Presidente Rodrigo da Zaeli (PSDB)

CÂMARA MUNICIPAL de RONDONÓPOLIS - Presidente Rodrigo da Zaeli (PSDB)
Endereço RUA CAFELÂNDIA, 434 Bairro: LA SALLE RONDONÓPOLIS - CEP 78.710-050 - MT

A Assembleia Legislativa do Mato Grosso criou um aplicativo inovador para ajudar os cidadãos MT

CENSO AGRO 2017

CENSO AGRO 2017
"Juntos,vamos colher resultados para o Brasil

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

"Inscrições para Certificação de Responsabilidade Social da ALMT encerram-se em uma semana"

O certificado credencia, há onze anos, os projetos e trabalhos desenvolvidos para promoção de pessoas. Estão abertas as inscrições para participar do processo de certificação de Responsabilidade Social de empresas, instituições, órgãos públicos e organizações sociais com atuação em Mato Grosso. Esta será a 12ª edição do programa que certifica o trabalho e os investimentos realizados por instituições públicas e privadas, para a promoção e desenvolvimento social no estado. Os interessados devem encaminhar a documentação para a Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) até 31 de agosto.

Em uma iniciativa da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), em parceria com entidades Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (Fiemt), Federação do Comércio e Serviços de Mato Grosso (Fecomércio) e Sindicato dos Profissionais de Contabilidade de Mato Grosso (Sincon), a Comissão Mista de Responsabilidade Social de Mato Grosso já certificou 73 empresas e instituições nos últimos 11 anos.

Para emissão do certificado, os membros da comissão avaliam os projetos desenvolvidos para estimular a qualidade de vida de servidores e colaboradores, da comunidade e as ações sustentáveis realizadas em 2016. A partir de um balanço enviado com os detalhes dos projetos, recursos aplicados e resultados, a comissão emite o reconhecimento público de responsabilidade social.

Referência - O consultor técnico da Assembleia Legislativa e membro da comissão, Washington Braga, explica que o certificado é uma referência de que aquela empresa ou entidade não somente cumpre a legislação, como também tem trabalhos para a promoção social na região onde atua. “Muitas empresas nos procuram para que possam prestar contas de suas iniciativas e tornar os projetos de conhecimento público. Assim, conseguem legitimar suas ações e até consolidar mais parceiros”.

Elcida Helga Maier é responsável pela inscrição de diferentes empresas em que atua como contadora e explica que os projetos sociais representam mais do que marketing de imagem, precisa estar dentro do escopo de atuação da instituição. “Sempre participei de trabalhos voluntários e busco estimular isso entre os meus clientes e alunos da faculdade. Desde que a Assembleia instituiu o programa, me identifiquei com a iniciativa e busquei trazer as empresas”.

Outra parceira do certificado de Responsabilidade Social desde a aprovação da Lei nº 8.477/2006, a Fiemt também é membro da Comissão e auxiliou na concepção do projeto. O diretor da entidade, Sérgio Ricardo Inoui, explica que o objetivo é incentivar a adoção de boas práticas dentro das empresas e divulgar isso para sociedade. “Por meio do certificado, estes projetos são reconhecidos e ganham credibilidade, fomentando não só a ação, mas também a empresa como um todo”.

Como participar - Cerca de 20 empresas já se inscreveram para participar este ano e os interessados devem acessar o site da Assembleia Legislativa, entrar na página Responsabilidade Social e preencher a ficha de acordo com a categoria. Depois é preciso fazer o balanço social e enviar junto com os documentos da empresa para a ALMT, aos cuidados da Comissão de Responsabilidade Social, em Cuiabá.

O balanço social é o documento que apresenta os dados da atuação da empresas e demais entidades e que permite identificar o perfil da sua atuação social durante o exercício de 2016.

A contadora Elcida Helga explica que, além dos dados financeiros, é possível anexar outros documentos que comprovem a atuação, como fotos e publicações. Ainda são avaliados pela Comissão, a qualidade das relações com os empregados, o cumprimento das cláusulas sociais, a participação dos empregados nos resultados econômicos e as possibilidades de desenvolvimento pessoal, bem como a forma de interação das empresas e de demais entidades com a comunidade e sua relação com o meio ambiente.

Com isso, desde a folha de pagamentos até a realização de cursos de capacitação e serviços comunitários ou ambientais são avaliados. As inscrições devem ser realizadas de acordo com o porte ou a finalidade. A iniciativa privada é categorizada entre microempresas e empresas de pequeno porte; empresas de médio e grande porte; organizações do terceiro setor; e instituições de ensino e fundações privadas. Os órgãos públicos são divididos entre prefeituras, secretarias estaduais, autarquias e fundações públicas; e empresas públicas e sociedades de economia mista.

Compõem a Comissão Mista de Responsabilidade Social, a Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt), Federação de Comércio e Serviços de Mato Grosso (Fecomércio), Sindicato dos Profissionais de Contabilidade de Mato Grosso (Sindicon), Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais de Cuiabá (BPW), Conselho Regional de Serviço Social (CRESS), Conselho Regional de Administração de Mato Grosso (CRA/MT), Federação Mato-Grossense de Associações de Moradores de Bairros (FEMAB); Serviço Social da Indústria (Sesi), Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) e Associação Mato-Grossense de Municípios).

Por LAÍS COSTA MARQUES / Secretaria de Comunicação
Certificado de Responsabilidade Social (Foto: Divulgação)

Nenhum comentário:

Postar um comentário