A MAIOR FEIRA DE MATO GROSSO PARA SUPERMERCADOS, PADARIAS E HOTÉIS.

A MAIOR FEIRA DE MATO GROSSO PARA SUPERMERCADOS, PADARIAS E HOTÉIS.
Av. Historiador Rubens de Mendonça, 2.368 - Sala 104 Bosque da Saúde - Cuiabá-MT - 78050-000 comercial@expovarejo.com.br | Fone: (65) 3057-5200

Iguá Saneamento

Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

Vivência com o povo Xavante, 6 a 12 de Julho de 2018

Vivência com o povo Xavante, 6 a 12 de Julho de 2018
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Greenpeace no Brasil

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

"AUDIÊNCIA: A pedido do deputado Allan, Assembleia deve ampliar debate sobre teto de gastos"

A sugestão foi acatada prontamente pelo deputado Mauro Savi (PSB), membro da Comissão Especial criada para conduzir os debates no Legislativo. A Assembleia Legislativa deve realizar mais uma audiência pública sobre o Projeto de Emenda Constitucional (PEC) que visa estabelecer um teto de gastos em Mato Grosso. Requerimento nesse sentido foi apresentado pelo deputado Allan Kardec (PT) e acatado pela Comissão Especial que trata do assunto na Casa. O requerimento foi feito verbalmente por Allan durante a audiência realizada na manhã dessa terça-feira (26) para debater a PEC 10/2017. Com a aprovação, pelo menos dois eventos ocorrerão antes da votação em plenário, o que foi bastante comemorado por servidores públicos. A sugestão foi acatada prontamente pelo deputado Mauro Savi (PSB), membro da Comissão Especial criada para conduzir os debates no Legislativo. O parlamentar afirmou que deve se reunir nesta quarta-feira (27) para saber quando ocorrerá a nova audiência. “Os servidores e a população em geral têm o direito de ampliar as discussões, pois todos os setores da sociedade serão afetados”, afirma Allan. Ele alega que o governo deveria avaliar outras possibilidades de economia de gastos ao invés de cortar principalmente no funcionalismo com congelamento de ganho real por 10 anos. Cita como alternativas o aumento de impostos no agronegócio, maior rigor no combate à sonegação fiscal, revisão da dívida pública dolarizada, entre outros. Antes de propor nessa terça-feira a ampliação do debate sobre a PEC 10/2017, Allan já havia realizado audiência pública em conjunto com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MT) para discutir o tema. A sugestão partiu da Associação de Auditores Públicos Externos do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Sindicato dos Trabalhadores do órgão, Associação dos Técnicos de Controle Público e Associação dos Aposentados e Pensionistas do TCE. O presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (PSB), estima que a Casa realize a votação até 4 de outubro.
Por TÉO MENESES
(Foto: Marcos Lopes/ALMT)

Nenhum comentário:

Postar um comentário