Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

BOLSONARO X CLASSE TRABALHADORA

BOLSONARO X CLASSE TRABALHADORA
BOLSONARO NÃO!

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, nº 158 - Centro - CEP: 78005-906

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

ABAV EXPO 2018 Conecta

ABAV EXPO 2018 Conecta
Av. Olavo Fontoura, 1209 - Portão 1 - Santana, São Paulo - SP E-mail: visit@abavexpo.com.br

terça-feira, 19 de setembro de 2017

"Em jantar com Trump, presidentes defendem volta da democracia na Venezuela"

Para Michel Temer, solução para a situação vivida atualmente pelos venezuelanos deve vir um processo democrático e diplomático.Em jantar com o presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump, chefes de governo e de Estado de países latino-americanos defenderam a volta da democracia na Venezuela. “Na opinião de todos os participantes do jantar, é preciso que logo haja uma solução democrática na Venezuela”, afirmou o presidente da República, Michel Temer. Após desembarcar em Nova York, Temer participou de um jantar junto com Donald Trump e presidentes de outros países latino-americanos, como Colômbia, Panamá e Peru. No mês passado, o país foi suspenso do grupo comercial do Mercosul em razão das violações à ordem democrática. “É preciso que logo haja uma solução democrática na Venezuela. Eu próprio relatei que recebi o Leopoldo Lopes [líder da oposição venezuelana] para revelar a posição do Brasil em relação à Venezuela”, afirmou Temer, em entrevista a jornalistas após o encontro. De acordo com o presidente, as autoridades concordaram que a saída da crise deve ser dialogada. “[Os países querem que as] manifestações se ampliem, dos países que aqui estão para os países da América Latina, para os países caribenhos, de maneira a pressionar a solução democrática na Venezuela”, afirmou. Durante o jantar, Donald Trump disse ter a "sorte" de os Estados Unidos possuírem aliados fortes na tarefa de restaurar de forma completa a democracia e a liberdade na Venezuela. Ele adiantou que, se o governo venezuelano insistir no atual caminho, novas medidas serão tomadas para responsabilizar o regime de Nicolás Maduro. Na terça (19), Temer fará o discurso que abre os debates da 72ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). Desde 1947, o País inaugura o encontro. Ainda esta prevista uma reunião com o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres.

Beto Barata/PR
Planalto

Nenhum comentário:

Postar um comentário