Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, nº 158 - Centro - CEP: 78005-906

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

ABAV EXPO 2018 Conecta

ABAV EXPO 2018 Conecta
Av. Olavo Fontoura, 1209 - Portão 1 - Santana, São Paulo - SP E-mail: visit@abavexpo.com.br

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

"Prefeitura apoia campanha contra a pirataria e contrabando"

Representante da Federação do Comércio do Estado de Mato Grosso (Fecomércio) apresentou ao prefeito Emanuel Pinheiro o plano estratégico de combate à comercialização de produtos irregulares no Estado, intitulada “Campanha Contra a Pirataria e Contrabando”. Estamos tomando conhecimento deste movimento, objetivando conceber ao comércio toda tranquilidade e efetivação comercial, já que pagam seus impostos e tem seus diretos”, disse o prefeito, demonstrando apoio à campanha. 
Conforme o prefeito, evitando a pirataria no comércio de uma cidade de um estado de uma região também diminui a informalidade, aumenta a formalidade dos produtos e traz um aumento de arrecadação de impostos, melhorando o serviço público, porque vai ter mais dinheiro para se investir. “Nós apoiamos integralmente a campanha porque a informalidade não pode superar o comércio legal, que garante uma melhor arrecadação para o município”, acrescentou Emanuel. “Esta é uma campanha de grande abrangência de forma atingir também os estudantes da rede e estrutura do município para potencializar a nossa campanha”, destacou Hermes da Cunha da Fecomércio. Segundo ele, atualmente a pirataria e o contrabando estão entre os principais inimigos da economia. “Isso é ruim porque diminui a arrecadação do ISSQN e ICMS, e prejudica a nossa economia”, disse dirigente da Fecomércio. Conforme ele, o prejuízo é visível no Estado e no país com a queda de arrecadação de impostos. “Por ano no Brasil tem uma evasão fiscal na ordem de R$ 40 bilhões, trazendo prejuízos diretamente ao comércio organizado e legalizado”, exemplificou. “A nossa campanha está dando certo e para expandir sentimos a necessidade de envolver ainda mais os setores públicos. Por isso, estamos aqui pedindo apoio do senhor prefeito”, acrescentou Hermes.
ADÃO DE OLIVEIRA 
Gustavo Duarte

Nenhum comentário:

Postar um comentário