A MAIOR FEIRA DE MATO GROSSO PARA SUPERMERCADOS, PADARIAS E HOTÉIS.

A MAIOR FEIRA DE MATO GROSSO PARA SUPERMERCADOS, PADARIAS E HOTÉIS.
Av. Historiador Rubens de Mendonça, 2.368 - Sala 104 Bosque da Saúde - Cuiabá-MT - 78050-000 comercial@expovarejo.com.br | Fone: (65) 3057-5200

Iguá Saneamento

Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

Vivência com o povo Xavante, 6 a 12 de Julho de 2018

Vivência com o povo Xavante, 6 a 12 de Julho de 2018
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Greenpeace no Brasil

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

terça-feira, 10 de outubro de 2017

"NEGÓCIOS: Autoconhecimento é ferramenta chave para uma gestão inteligente "

Uma das apreensões das organizações na atualidade é possuir uma equipe de profissionais diversificada – com colaboradores que pensam e atuam de formas distintas. Isto estimula fatores considerados essenciais para que os negócios sejam competitivos no mercado – como, por exemplo, a criatividade e a inovação. Contudo, não basta apenas que esses profissionais trabalhem juntos. É preciso que eles se respeitem e compreendam que as diferenças podem ser positivas. De acordo com a profissional Coach e facilitadora Susana Azevedo, o trabalho em equipe exige que seus integrantes se conheçam. Ela aconselha que um modo de desenvolver o autoconhecimento é questionar a si mesmo para que, dessa forma, possa entender quais são as razões que guiam suas decisões e levam a um comportamento adequado (ou não) no ambiente corporativo – contribuindo e/ou prejudicando o desenvolvimento do trabalho.
“O autoconhecimento envolve entender quem sou, que impacto tenho e o que faço aqui. É um processo muito de percepção e que pode ser desenvolvido. É como andar de bicicleta. Quanto mais eu ando, melhor eu ando. É como falar inglês. Quanto mais eu falo, melhor eu falo. Inclusive, o autoconhecimento é o ponto de partida para que as pessoas possam começar a pensar ‘o que fazer’ e ‘o como fazer’ para se tornarem os líderes que gostariam de ser – e ter”, explica Susana.
GESTÃO INTELIGENTE – A Coach complementa que o autoconhecimento também é premissa básica do processo de autodesenvolvimento de lideranças e alicerce das relações interpessoais. Liderar uma equipe requer que os gestores conheçam a si mesmos para que possam se tornar exemplos ao grupo e para organização em que atuam. “Se não tiver este autoconhecimento acerca de quem sou, onde estou, do que estou fazendo que está legal ou atrapalhando, bem como se isto está trazendo valor para a equipe e para a organização, posso estar perdendo oportunidades. Às vezes, estou executando algo com boa intenção, mas as pessoas percebem de outra forma. Da mesma forma, se quero ser – ou virar – um líder mais eficiente, preciso ter em vista este panorama para traçar um plano de ação”, ressalta Susana.
ATUALIZAÇÃO CONSTANTE – Em Mato Grosso, muitos profissionais já estão recorrendo ao autoconhecimento para alcançar a alta performance, bem como a positividade no trabalho e nos relacionamentos – seja por meio de palestras, cursos e/ou programas. Entre eles, está o FAL (Formação Avançada de Líderes) do Grupo Valure, que chega a sua décima segunda edição em Cuiabá e Rondonópolis e conta em sua grade com a facilitadora Susana. Para o sócio-proprietário da empresa Proclin, Marcus Antonio Godoy, é essencial investir em ferramentas e processos que possam, por sua vez, otimizar a liderança. “Por meio de programas como o FAL, busca-se desenvolver o autoconhecimento e a inteligência emocional, bem como melhorar a comunicação, as relações interpessoais e a compreensão acerca das pessoas”, comenta. Pensamento reiterado pelo diretor administrativo financeiro da Agro-Sol Sementes, Eduardo Caramori Dallastra, que destaca que não basta ser líder, é preciso buscar novos conhecimentos para potencializar a gestão. “Já trabalhei em cargos de liderança, mas nunca me aprofundei no estudo da liderança. No entanto, é preciso aprender para ser um bom líder”, pondera. Conforme explica a consultora empresarial Lorena Lacerda, diretora do Grupo Valure e idealizadora do FAL, é necessário ter um olho no futuro. “Empresas que investem no desenvolvimento de seus líderes têm resultados mais consistentes a longo prazo pois garantem que exista um processo de gestão eficaz de pessoas, que estimula os colaboradores a darem o seu melhor no trabalho – engajando-os na busca de resultados”, observa.
ZF PRESS

Nenhum comentário:

Postar um comentário