CASA DOMINGOS

CASA DOMINGOS
Grandes marcas, com produtos de qualidade Av. Feb 861 Bairro: Manga Cep: 78.110-798 - Varzea Grande

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi, 6 - Centro Político Administrativo, Cuiabá - MT, 78049-901 Telefone: (65) 3313-6900

Programa da Gente

Programa da Gente
De segunda a sexta-feira das 10:00 ás 11:00 horas

TCE MT GESTÃO NOTA 10

"NOBRES:Feliz Natal e Próspero Ano Novo!

"NOBRES:Feliz Natal e Próspero Ano Novo!

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

"Implantação da coleta seletiva no Residencial São Carlos irá atender mais de 3 mil moradores"

A ação, além de garantir a destinação correta de todo material descartado, também é uma ferramenta importante para a preservação ambiental. A partir da próxima semana os moradores do Residencial São Carlos contarão com uma importante novidade no serviço de recolhimento de resíduos. Isso porque, a Prefeitura de Cuiabá, em uma decisão em conjunto com os residentes dos mais de 60 edifícios existente no conjunto habitacional, está implantando no local o programa de coleta seletiva. A ação, além de garantir a destinação correta de todo material descartado, também é uma ferramenta fundamental dentro do planejamento de preservação ambiental, desenvolvido pela gestão do Município. Situado na região Leste da capital, o Residencial é habitado por aproximadamente 3.600 pessoas, assegurando uma grande potencialidade na produção de materiais recicláveis. Por conta disso, a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos decidiu desenvolver uma estratégia de implantação do sistema de coleta seletiva na comunidade, atendendo e suprindo com uma antiga necessidade dos munícipes da localidade. “Já temos 18 bairros sendo atendidos com coleta seletiva. Esse é o 19º e depois desse já estamos em projeto de implantação no bairro Jardim das Américas. Sempre que existe o desejo de algum bairro, a gente vai até o local, faz a sensibilização e implanta esse serviço, em parcerias com as cooperativas. Estamos sempre buscando ampliar esse trabalho e é muito bom sentir que a população também esta tendo essa preocupação. É um trabalho que envolveu todo um estudo e exige o comprometimento de todos”, comentou o secretário José Roberto Stopa. Conforme definido nas várias reuniões realizadas com os condôminos, o recolhimento dos resíduos recicláveis será feito semanalmente pelos cooperados da Cooperativa dos Trabalhadores de Materiais Recicláveis (Coopemar). A retirada acontecerá todas as quintas-feiras, paralelamente ao serviço regular de coleta de lixo, garantindo um sincronismo necessário para a qualidade na execução de ambas as atividades. Além disso, em concordância com os debates ocorridos nos ciclos de palestras educacionais realizados antecedentemente à implantação do programa, os moradores exercerão um papel primordial para o alcance dos resultados satisfatórios. Para isso, por meio de uma equipe de educadores ambientais, a Secretaria fez um minucioso trabalho de orientação dentro do condomínio, visando à conscientização da importância do descarte correto dos materiais. “Já temos em andamento um trabalho de educação ambiental muito forte, através de projetos como o Ecobus, o Cata-treco, retirada de bolsões de lixo, dentre outras ações. Então, temos esse cuidado com o meio ambiente. Não temos dúvidas que os benefícios da coleta seletiva serão grandiosos, tanto para a população quanto para os catadores, pois quando passamos esses resíduos para as cooperativas, estamos fomentando a inclusão desses trabalhadores e, em contrapartida, evitando vários problemas em relação ao meio ambiente”, argumentou o diretor de Resíduos Sólidos, Anderson Matos.
Aprovação
Para o presidente da Coopemar, Wanderley Cavenaghe, a implantação da coleta seletiva, além de colaborar na proteção ambiental, é também uma forma de humanizar o trabalho dos cooperados, visto que, a medida melhora as condições de recebimento do materiais, que antes eram entregues sem a separação adequada, e ainda gera um significativo aumento na renda dos mais de 30 funcionários da organização. Ele destaca ainda que, apesar de ser uma ideia antiga, a atividade tem ganhado uma ênfase maior na atual administração do Município. “É uma ação muito importante, pois a gente que trabalha nesse segmento consegue perceber que a população quer fazer, mas depende muito do apoio do poder público, e isso estamos conseguindo encontrar nessa gestão. Temos essa forte parceria com a Secretaria de Serviços Urbanos, onde já fazemos o mesmo trabalho em outros bairros e posso afirmar que, partir deste ano nosso trabalho melhorou muito, pois temos um grande apoio da Prefeitura” comentou Wanderley, que atua no ramo há mais de 20 anos. Morador há 26 anos do Residencial São Carlos e, atualmente, à frente da presidência da Associação de Moradores, Juvenal Ferreira Soares, destaca que essa á primeira vez que um órgão público procura a comunidade para desenvolver esse tipo de trabalho. Segundo ele, essa é uma ação que irá ter grande contribuição na melhoria da aparência do local, já que a implantação da coleta seletiva, juntamente com todo trabalho de educação ambiental feito anteriormente, deve incentivar o moradores a depositarem cada tipo de lixo no local correto, evitando, principalmente, que sejam descartados nas ruas. “A Prefeitura está de parabéns, pois é muito bom saber que o município está tendo essa preocupação, não só com os moradores, mas também com o meio ambiente. É uma mudança que a gente faz agora para colher os frutos lá na frente. Então, faremos de tudo para fazer a nossas parte e colaborar para o desenvolvimento sustentável da cidade”, exclamou o morador.
BRUNO VICENTE
Luiz Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário