CASA DOMINGOS

CASA DOMINGOS
Grandes marcas, com produtos de qualidade Av. Feb 861 Bairro: Manga Cep: 78.110-798 - Varzea Grande

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi, 6 - Centro Político Administrativo, Cuiabá - MT, 78049-901 Telefone: (65) 3313-6900

Programa da Gente

Programa da Gente
De segunda a sexta-feira das 10:00 ás 11:00 horas

TCE MT GESTÃO NOTA 10

"NOBRES:Feliz Natal e Próspero Ano Novo!

"NOBRES:Feliz Natal e Próspero Ano Novo!

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

"Tijolos ecológicos fabricados pela Prefeitura garantem economia e sustentabilidade para Cuiabá"

Em termos de qualidade, o material também não perde em nada para o que é produzido em grandes indústrias. Cimento, areia, água, e uma porção diária de empenho e dedicação. Essa é a fórmula de sucesso que tem gerado uma grande economia aos cofres do Município. A mistura, feita de segunda a sábado pelas mãos de quatro trabalhadores da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, tem resultado na produção de mais de 1.000 tijolos ecológicos, por dia, que são frequentemente utilizados nas revitalizações de praças e calçadões históricos de Cuiabá. De simples fabricação, o produto é considerado uma alternativa importante para o desenvolvimento sustentável da cidade. Isso porque, seu processo de confecção é feito mediante a dispensa de forno de aquecimento, evitando assim a queima de carvão ou madeira e, consequentemente, a emissão de gases poluentes na atmosfera. Além disso, tal procedimento também ajuda na manutenção da saúde dos trabalhadores, já que não existe o contato com fumaça. “Verificamos que existia uma necessidade constante de utilização desses tijolos nos nossos trabalhos de revitalizações, e procuramos estudar uma maneira de reduzir os custos nesse tipo de serviço. A fabricação é uma ação tão simples, mas que podemos afirmar que dá para se ter uma economia de pelo menos 50% em relação ao preço que pagaríamos se fossemos adquirir os tijolos de algum fornecedor”, comentou o secretário José Roberto Stopa. Para obter o resultado final, os servidores dividem a fabricação em duas etapas. A fase inicial consiste na mistura de todos os produtos dentro de uma betoneira. Logo na sequência é estabelecido o processo de cura da massa homogênea, onde se leva cerca de 18 horas até que substância seque e ganhe a solides necessária. A fôrma também passa por uma preparação, onde é lavada com óleo diesel, para que a soltura do tijolo seja facilitada. Os tijolos são produzidos em dois formatos. O primeiro, considerado o modelo padrão, possui 20 cm de comprimento, 10 cm de largura e 8 cm de altura. Existe ainda o de molde reduzido com as seguintes dimensões: 10 cm de comprimento, 10 cm de largura e 8 cm de altura. Essa segunda forma é desenvolvida pensando na parte de acabamento, reduzindo assim a quebra dos tijolos maiores para este fim e evitando o desperdício. Segundo o diretor de Paisagismo, Anderson Peter, com uma carga de trabalho de 44 horas semanais, os servidores conseguem fabricar uma quantidade suficiente para atender todas as demandas apresentadas,inclusive as das demias secretarias municipais. Ele destaca ainda que, em termos de qualidade, o material também não perde em nada para o que é fabricado em grandes indústrias. “Vamos fabricando conforme a demanda, mas também sempre deixamos uma boa quantidade de reserva técnica de manutenção, para casos emergenciais. Em uma reforma feita, por exemplo, em um desses calçadões, chegamos a utilizar mais de 7 mil tijolos. Vale destacar ainda que, em relação à qualiadade, também temos um ganho muito satisfatório. É um material extremamente resistente, que tem uma grande durabilidade”, pontuou o diretor.
BRUNO VICENTE
Luiz Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário