Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

MRV ENGENHARIA

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, nº 158 - Centro - CEP: 78005-906

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

ABAV EXPO 2018 Conecta

ABAV EXPO 2018 Conecta
Av. Olavo Fontoura, 1209 - Portão 1 - Santana, São Paulo - SP E-mail: visit@abavexpo.com.br

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

"REQUERIMENTO: Allan solicita informações sobre MT Saúde"

Reclamações de servidores públicos e familiares motivaram o parlamentar a buscar informações sobre como tem sido descontado dos trabalhadores e contribuído pelo Executivo. O professor e deputado Allan Kardec (PT) apresentou requerimento solicitando informações ao governo estadual sobre o plano MT Saúde. Diante de muitas reclamações de servidores públicos e familiares, ele quer saber principalmente quanto tem sido descontado dos trabalhadores e contribuído pelo Executivo. Como usuário do MT Saúde, pois é professor da rede estadual, Allan alega que há reclamações de que o governo estaria descontando as mensalidades na folha do funcionalismo. O problema é que não estariam sendo pagos os hospitais credenciados, o que só é descoberto com a recusa do atendimento. “Sou adepto do MT Saúde há mais de 10 anos, assim como minha família, que tem outros servidores públicos. Mesmo sendo descontando no holerite, há informações de que não estão sendo repassados os valores aos fornecedores, o que seria apropriação indébita, e essa Casa não pode ficar omissa em relação a isso e nem diante das reclamações da qualidade do seviço”, afirmou Allan. No requerimento apresentado e aprovado em plenário nessa quinta-feira (9), Allan requereu ainda memorial descritivo com o repasse dos valores descontados no pagamento dos servidores ativos, inativos e pensionistas nos anos de 2015, 2016 e 2017, contendo dados por faixa etária, além do número de servidores e dependentes que integram o plano; e memorial descritivo da contribuição mensal do Estado de Mato Grosso no mesmo período. O deputado pediu ainda dados sobre taxas, contribuições, percentagens e outras importâncias devidas em decorrência de prestação de serviços; rendas resultantes de aplicações financeiras, inclusive dos fundos de reserva; relação dos prestadores de serviço credenciados, contendo a descrição mensal da adimplência ou inadimplência perante os mesmos; e informações sobre a atual situação do plano com relação aos atendimentos mensais efetivados. O governo terá 30 dias para responder aos questionamentos.
Por TÉO MENESES
(Foto: JLSiqueira/ALMT)

Nenhum comentário:

Postar um comentário