CASA DOMINGOS

CASA DOMINGOS
Grandes marcas, com produtos de qualidade Av. Feb 861 Bairro: Manga Cep: 78.110-798 - Varzea Grande

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi, 6 - Centro Político Administrativo, Cuiabá - MT, 78049-901 Telefone: (65) 3313-6900

Programa da Gente

Programa da Gente
De segunda a sexta-feira das 10:00 ás 11:00 horas

TCE MT GESTÃO NOTA 10

"NOBRES:Feliz Natal e Próspero Ano Novo!

"NOBRES:Feliz Natal e Próspero Ano Novo!

domingo, 3 de dezembro de 2017

"Amigas Empreendedoras encerra atividades 2017 com conquistas e resultados"

Uma manhã de alegria, descontração, harmonia, humor e reflexão marcou o encerramento das atividades de 2017 do projeto ‘Amigas Empreendedoras’, com conquistas e resultados, onde a Assistência Social, Pasta coordenadora da ação promoveu durante o ano ações de educação, treinamentos e capacitações, estimulando a criação e a capacidade de cada integrante, para as artes manuais e para o microempreendedorismo individual. Em clima de amizade, laços familiares, ciclos emocionais e empoderamento das mais de 5 mil participantes, o encontro foi marcado pela ‘Oficina do Amor’ com o tema família, além de desfile e exposição de artesanatos confeccionados nos 75 polos, dos mais diversos bairros, pelas integrantes do projeto. A solenidade foi realizada no Centro Pastoral Pe Aldacir Carniel da Igreja Nossa Senhora do Carmo, na manhã desta sexta-feira 1º de dezembro. A iniciativa teve como intuito levar as ‘Amigas Empreendedoras’ para uma reflexão, apontar caminhos para diferentes níveis e despertar a autonomia para responsabilidades, superando desafios com autoestima, culminando no empoderamento feminino e empreendedorismo. A prefeita Lucimar Sacre de Campos pontuou que o projeto ‘Amigas Empreendedoras’ contribuiu em todo contexto familiar, seja no fortalecimento de vínculos familiares e de amizades, interação, qualificação profissional e ampliação da renda familiar. “Quando implantamos o projeto ‘Amigas Empreendedoras’, o objetivo era dar possibilidades de melhoria de vida financeira e emocional as mulheres que vivem à margem da vulnerabilidade social. A mulher é um ser único e exclusivo com várias potencialidades que precisam ser externadas e enaltecidas no dia a dia. E o projeto visa o despertar destas qualidades que estão pouco evidenciadas na prática humana feminina. Os resultados vieram, na qualidade dos produtos confeccionados, e nas várias frentes de trabalho em que as mulheres abriram e estão inseridas dentro do mercado, quer seja no formal ou informal. Pretendemos ampliar o projeto para mais comunidades e atingir um número expressivo no município de mulheres empreendedoras. Essa é uma política de gestão que tem demonstrado resultados gratificantes. Muitas integrantes já possuem seu próprio negócio, dentro do foi ofertado. A administração é o elo com a sociedade e o “Amigas Empreendedoras” é um projeto que vem dando certo, ajudando o crescimento pessoal e empresarial destas mulheres. De acordo ainda com a prefeita a ‘Oficina do Amor’ que foi a novidade deste ano, tem a finalidade de levar as mulheres a pensarem no modo como andam vivendo (sentimental, familiar, profissional e espiritualmente), no modo como se relacionam (com Deus, com elas próprias, com as coisas e com os outros), sempre valorizando a família e as virtudes cristãs, e acima de tudo no acreditar no seu potencial e gerar resultado daquilo que foi ofertado dentro das oficinas e capacitações técnicas. Com músicas e dinâmicas que chamaram a atenção do público, a palestrante Sônia Mazetto abordou sobre a crise de valores que as famílias estão vivendo dentro do cenário atual. Com motivação, buscou mostrar alternativas para se resgatar o diálogo familiar proporcionando uma vida de maior qualidade para as famílias. A palestra dinâmica extrovertida envolveu as participantes com a descoberta das notas musicais comparadas com as cores e o som, além de aconselhamentos positivos no despertar para uma vida de gratidão, conquista e amor. “A família é a instituição mais antiga do mundo, o amor que brota do coração deve ser empregado no amar, cuidar, acreditar, com essas ações praticadas no nosso convívio interpessoal. A mãe é uma jóia rara é formadora de vidas. Então, precisamos doar o melhor de nós mesmas para servir os outros. Somos fonte de amor e nossa missão é contagiar os outros, amor perdura à vida. A mulher tem força, garra e determinação, juntando tudo isso, a vida se torna uma melodia musical. Executar a resiliência em tempos de dificuldades é um desafio para nós. A família deve formar um elo comum e isso se tornar uma tradição”, discorreu a palestrante Sônia Mazetto. No fim, a palestrante buscou apresentar atitudes que fazem a diferença no dia-a-dia da família, nas oficinas de qualificação profissional e nas amizades. A empreendedora do segmento artesanal, Sandra Xavier Pereira, 32 anos, mãe de 4 filhos, moradora do bairro Jardim Glória II, disse que sempre foi do lar e não possuía uma profissão por optar a ser do lar e cuidar da casa e dos filhos. “Neste projeto descobri minhas habilidades, estou produzindo vários artesanatos sob encomendas na minha casa, junto dos meus filhos. Já tenho minha renda própria. É muito gratificante hoje ter uma profissão graças à gestão que preocupa com as mulheres do município. E agora as palestras motivacionais me deixou mais entusiasmada com a vida e com minha família no acreditar que sou vitoriosa e posso avançar e me tornar uma empreendedora”. A moradora do bairro Novo Mundo, Ariane Alves da Silva, 20 anos, agora é especialista em pintura e tecido. “O curso me oportunizou a ser uma profissional. Já as palestras me garantiram bem estar para utilizar todo o meu potencial produtivo”, observou. Já a empreendedora Maria Fátima da Silva, 46 anos, moradora do Novo Mato Grosso destacou que a palestra foi de grande acréscimo uma vez que incentiva melhor convivência com a família e como lidar diariamente com problemas de família, e tudo isso precisa de uma boa autoestima. “Iniciativas como essa servem de suporte para que possamos vencer os problemas e desafios que a vida nos proporciona. Agora estamos equipadas para desenvolvimento humano, produtividade e, consequentemente, para mudança de condicionalidades das nossas famílias e porque não dizer, para o empoderamento de nós mulheres, quebrando barreiras e alcançando sucesso”.
Cláudia Joséh

Nenhum comentário:

Postar um comentário