Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

BOLSONARO X CLASSE TRABALHADORA

BOLSONARO X CLASSE TRABALHADORA
BOLSONARO NÃO!

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, nº 158 - Centro - CEP: 78005-906

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

ABAV EXPO 2018 Conecta

ABAV EXPO 2018 Conecta
Av. Olavo Fontoura, 1209 - Portão 1 - Santana, São Paulo - SP E-mail: visit@abavexpo.com.br

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

"Projeto de Lei prevê 50% de vagas de estacionamento em órgãos públicos de MT"

O plenário da Assembleia Legislativa aprovou em primeira votação o Projeto de Lei de nº 93/2017 que dispõe da reserva de no mínimo 50% das vagas em estacionamentos em todos os órgãos públicos de Mato Grosso. A propositura de autoria do deputado Saturnino Masson (PSDB) tem como objetivo destinar com obrigatoriedade, no mínimo de 50% das vagas nos estacionamentos em órgãos públicos e secretarias de Mato Grosso, aos cidadãos/usuários.
Vagas estas em caráter rotativo, limitando o referido estacionamento em no máximo 01h00 min. De acordo com o parlamentar os estacionamentos das secretarias e órgãos públicos no nosso Estado permanecem lotados no horário de atendimento ao público e que é um verdadeiro transtorno para o usuário eventual encontrar uma vaga para estacionar seu veículo. “A maioria das vagas nos estacionamentos só consegue beneficiar exclusivamente aos próprios funcionários, não deixando desta forma, vagas para as pessoas que precisam dos serviços públicos. Em meio a essa disputa por esses espaços, os usuários que precisam resolver problemas breves como: entrega de documentos, assinatura de contratos, retirada de documentos, agendamento e etc, acabam sempre sendo prejudicados”, declarou Saturnino.
Rosangela Milles

Nenhum comentário:

Postar um comentário