Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

Fale agora com a nossa equipe (61) 3035-8278

Fale agora com a nossa equipe (61) 3035-8278
Seguros com atendimento personalizado e vantagens que você só encontra aqui no SICOOB Credfaz

Conecte na ALMT

AJUDE ESTA CAUSA

AJUDE ESTA CAUSA
SANTA CASA DE CUIABÁ | (65) 3051-1946

Prefeitura Municipal de Rondonópolis

Prefeitura Municipal de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411-3500

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

"Congresso aprova criação da Universidade Federal de Rondonópolis e projeto vai à sanção presidencial"

A expectativa é que, no prazo regimental de 30 dias, Michel Temer assine sem vetos a criação da UFR. O plenário do Senado Federal aprovou, nesta terça-feira, 27, o projeto de lei que cria a Universidade Federal de Rondonópolis (UFR). A matéria tramitou em regime de urgência a pedido do senador Wellington Fagundes (PR-MT), que relatou o texto na Comissão de Educação, Cultura e Esporte da Casa, se consolidando como um dos principais articuladores para que a demanda de mais de 10 anos do município fosse, por fim, solucionada. Wellington conta que a aprovação do PL 2/2018 está “sem dúvida alguma, entre as matérias legislativas mais importantes dos últimos tempos, sendo imensamente aguardada pela comunidade mato-grossense”. Segundo ele, o fato de a bancada, os professores e o Comitê Pró-UFR terem acreditado “até o fim“ e confiado no Parlamento permitirá que a sociedade organizada tenha um papel preponderante na ampliação do centro de ensino.
“E aqui quero enviar uma mensagem aos estudantes, pais e tutores: acima de tudo nós queremos uma nova universidade em Rondonópolis, como sonhamos e lutamos, Fundamentalmente uma universidade que traga o desenvolvimento socioeconômico e ambiental para a região, que participe das atividades de desenvolvimento do município, da melhoria de vida da população, da formação política de nossos futuros líderes, preparando as novas gerações para os desafios que o desenvolvimento sugere”, comemorou o republicano.
A pró-reitora da Universidade Federal de Mato Grosso, Analy Polizel, afirmou que Mato Grosso é um celeiro agrícola nacional ainda em plena expansão e por isso há necessidade de profissionais de alta qualidade. “Isso vem ao encontro da criação da UFR, que trará mais profissionais especializados ao mercado, de acordo com as necessidades que já temos. A formação deles é essencial para o Estado ter sucesso”, completou a gestora.
“Nós sabemos que essa etapa precisou de forças políticas, da união da classe política. E nessa reta final estivemos amparados no senador Wellington Fagundes para agilizarmos dentro do Senado essa tramitação. Estamos lisonjeados pela atenção que tivemos, e toda a sociedade vai sentir diferença deste campus de Rondonópolis”, garantiu o presidente da Câmara de Vereadores do município, Rodrigo Lugli”.
O representante da Associação Comercial e Industrial de Rondonópolis (ACIR), Waldir Andreatto, ao reiterar que a educação é base para a sociedade, propõe que todos devam “se sentir plenamente felizes” com a conquista. Segundo ele, a ACIR trabalhou com empenho total junto ao Comitê Pró-UFR e a bancada mato-grossense no Parlamento para que a aprovação acontecesse.
A luta pela emancipação do campus começou há 10 anos e envolve toda a sociedade local. Criada em 1976, a Federal de Rondonópolis conta com seis blocos de salas de aula e laboratórios (A, B e C), o prédio da biblioteca, o anfiteatro com acomodação para 250 pessoas; o prédio do Núcleo de Estudos e Atividades da Terceira Idade, o prédio do laboratório de Climatologia, o Centro Meteorológico e construções menores, que abrigam a Prefeitura do Campus, Almoxarifado, Centros Acadêmicos, dentre outros.
O centro conta ainda com 22 cursos de graduação para atender Rondonópolis e região: Pedagogia, História, Matemática, Geografia, Ciências Biológicas, Letras (com Habilitação em Português e em Inglês), Administração, Ciências Contábeis,Economia, Biblioteconomia, Licenciatura em Informática, Zootecnia, Psicologia,Enfermagem, Medicina, Engenharia Mecânica, Engenharia Agrícola e Ambiental, Sistemas de Informação e Administração (modalidade EAD).
Além disso, a universidade possui atualmente três cursos de mestrado e um de doutorado e duas residências multiprofissionais em Saúde (Saúde da Família e Saúde do Adulto/Idoso). Ao todo, o campus conta com 300 professores e atende mais de 5 mil alunos.
Da Assessoria
FOTO: Marcos Oliveira/Agência Senado

Nenhum comentário:

Postar um comentário