Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

"Prefeitura de Cuiabá - Trabalhando e cuidando da gente"

Todos juntos contra a dengue

terça-feira, 6 de março de 2018

"Levantamento aponta que homens jovens são as maiores vítimas dos acidentes com motos"

Instituição busca conscientizar e instruir os motociclistas a pilotarem em segurança. A Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia - SBOT faz um alerta e conclama os motociclistas a dirigirem com maior segurança. A campanha "Segurança em Duas Rodas" tem como objetivo orientar e reduzir o número de acidentes com motos. A Sociedade acredita que o comportamento e a consciência do piloto são fundamentais para uma pilotagem segura. Um levantamento feito pela organização, em 2015, em vários hospitais do país, constatou que 85% dos acidentados pertencem ao gênero masculino, sendo que 41% têm entre 20 e 30 anos, onde 53% utilizam a motocicleta como instrumento de trabalho, o que agrava ainda mais o problema. A cada ano, cerca de 12 mil pessoas perdem a vida em acidentes em duas rodas.
Os acidentes com moto representam o maior desafio para os ortopedistas nas emergências dos hospitais em razão das múltiplas fraturas provocadas pelas colisões. Por isso, a SBOT busca conscientizar e instruir os motociclistas sobre os riscos ao modo de pilotagem: quanto mais segurança, menos acidentes. O objetivo da campanha é o de reduzir o número de mortes e traumas causados por acidentes com motocicletas.
A pesquisa também constatou que 40% dos acidentes são provocados por quedas da motos, 17% por colisão frontal, 28% por colisão lateral e apenas 1% por colisão traseira. Ainda conforme o levantamento, 47,7% do acidentes com motos acontecem no período da manhã e outros 44,6% são durante a tarde. Menos de 10%, portanto, ocorrem à noite quando a visibilidade dos motoristas é menor.
Os ortopedistas orientam que todos fiquem atentos às medidas de segurança como: sempre acender a farol da moto, mesmo durante o dia, utilizar roupas apropriadas e com sinalização. Jamais esquecer do capacete e ficar atento para que o modelo seja o mais completo com fechamento frontal e certificado pelo Inmetro.
Para Dr. Márcio Augusto Ramos Mendes, presidente da SBOT-MT, a melhor pilotagem é aquela em que a segurança do piloto é primordial, onde é possível unir o prazer e a liberdade de pilotar uma motocicleta com a certeza de se chegar ao destino. "Acidente de trânsito é um problema que precisa ser enfrentado com muita clareza e determinação de toda a sociedade", enfatiza.
Conforme dados do Ministério da Saúde, óbitos por acidentes de trânsito caíram pelo segundo ano consecutivo, mas o número de mortes e internações de motociclistas preocupa, principalmente pelo aumento nos casos que seguem uma tendência distinta das outras categorias de condutores. Apesar da queda, que foi de quase 10%, o número de motociclistas vítimas de acidentes ainda é grande. Já as internações aumentaram 14% em 2016, em relação a 2015.
Equipe Yod Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário