Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

ANUNCIE AQUI!

ANUNCIE AQUI!
SUA EMPRESA COM MAIS VISIBILIDADE E VENDA

Conecte na ALMT

AJUDE ESTA CAUSA

AJUDE ESTA CAUSA
SANTA CASA DE CUIABÁ | (65) 3051-1946

Prefeitura Municipal de Rondonópolis

Prefeitura Municipal de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411-3500

segunda-feira, 12 de março de 2018

"PRÉ-CANDIDATURA AO GOVERNO:Wellington diz que partidos lhe deram autonomia de diálogo"

O senador Wellington Fagundes (PR) declarou à reportagem do Jornal A TRIBUNA que vários partidos já lhe deram autonomia de diálogo para a construção de sua pré-candidatura a governador de Mato Grosso nas eleições do dia 7 de outubro. Para a construção do projeto, o senador já tem garantido o apoio de partidos como o PR, PP, MDB, PTB, PSB e PV, porém está com o diálogo aberto com as demais siglas.“Hoje os partidos de Mato Grosso já têm consolidado que é preciso um projeto alternativo para o Estado. Toda a população tem acompanhado e sabe que o governador Pedro Taques (PSDB) não está atendendo aos anseios da população, princialmente do ponto de vista administrativo. O Estado de Mato Grosso aumentou a arrecadação, mas infelizmente a cada dia vem piorando os setores da saúde, educação e segurança, pois faltam os investimentos necessários”, disse.
Na avaliação de Wellington Fagundes, a falta de gestão do governo estadual tem provocado nos partidos a necessidade de lançar um projeto de oposição a reeleição do governador. “Por isso os partidos estão definidos neste projeto. Tenho conversado com as executivas partidárias definindo o nosso projeto de oposição ao atual governo. Esta foi uma semana de muitas conversas e, claro, que tem o meu nome como predisposição. Estes partidos citados me deram autonomia para manter as conversações”, revelou.
Apesar de muita conversa já estar adiantada, o senador explica que até a data das convenções é preciso manter o diálogo. “Ainda existe a necessidade de muito diálogo, uma vez que as convenções se darão entre os dias 20 de julho e 5 de agosto. Ou seja, daqui até lá temos que ter um intenso diálogo para que o futuro se consolide. Neste mês já houve muitas definições, uma vez que o deputado Adilton Sachetti já acertou o seu partido, o PRB. Me parece que o ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes deverá se filiar ao DEM”, externou.
Pelo calendário eleitoral, as convenções para a escolha dos candidatos a presidente e vice-presidente da República, governador e vice-governador, senador e respectivos suplentes, deputado federal, deputado estadual ou distrital deverão ocorrer entre os dias 20 de julho e 5 de agosto. Quem pretende concorrer aos cargos eletivos no pleito do próximo ano deve se filiar a um partido político até o dia 7 de abril, ou seja, seis meses antes da data das eleições. O mesmo prazo é dado para obtenção junto à Justiça Eleitoral do registro dos estatutos dos partidos políticos que pretendem entrar na disputa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário