Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

MRV ENGENHARIA

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, nº 158 - Centro - CEP: 78005-906

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

ABAV EXPO 2018 Conecta

ABAV EXPO 2018 Conecta
Av. Olavo Fontoura, 1209 - Portão 1 - Santana, São Paulo - SP E-mail: visit@abavexpo.com.br

segunda-feira, 12 de março de 2018

"Tapurah adere ao Programa Internet para Todos para ampliar acesso à rede"

O prefeito de Tapurah, Iraldo Ebertz juntamente com ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab e o presidente Michel Temer assinaram hoje (12) o contrato de adesão do programa Internet para Todos em uma cerimônia no Palácio do Planalto em Brasília. Em Mato Grosso foram mais de 102 Prefeituras cadastradas que assinaram o terno do programa que levará internet banda larga para localidades sem conectividade. O prefeito de cada cidade precisa ainda indicar locais que não são abastecidos com conexão de internet e apontar um local para instalação de antenas e equipamentos. A única despesa para o município é a manutenção de segurança e abastecimento de energia no local da antena.
O programa federal tem como objetivo democratizar o acesso à informação e ampliar a rede de conectividade de todo o país. O prefeito de Tapurah, Iraldo ebertz explica que todos devem ter acesso à ferramenta. “A Internet não é apenas um instrumento, é informação, conhecimento, a inserção no mundo globalizado, é todo um sistema de conhecimento. Uma conquista que significa vida com qualidade” destacou o prefeito.
Satélite
As conexões do programa Internet para Todos são feitas por meio do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas, que está em órbita desde maio de 2017 e tem previsão de 18 anos de vida útil. Primeiro satélite geoestacionário brasileiro de uso civil e militar, o equipamento possibilita convênios com as prefeituras para acesso à internet, monitoramento das fronteiras pelo Ministério da Defesa e banda larga em escolas públicas e hospitais. O satélite garantirá conexão a preços reduzidos às cidades participantes, que devem começar a receber antes de recepção do sinal a partir de maio.
Maurício Dalepiane

Nenhum comentário:

Postar um comentário