Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

Fale agora com a nossa equipe (61) 3035-8278

Fale agora com a nossa equipe (61) 3035-8278
Seguros com atendimento personalizado e vantagens que você só encontra aqui no SICOOB Credfaz

Conecte na ALMT

AJUDE ESTA CAUSA

AJUDE ESTA CAUSA
SANTA CASA DE CUIABÁ | (65) 3051-1946

Prefeitura Municipal de Rondonópolis

Prefeitura Municipal de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411-3500

segunda-feira, 9 de abril de 2018

"AL discute implantação da Universidade Federal de Rondonópolis nesta sexta-feira"

A Assembleia Legislativa, em parceria com o Senado Federal, Câmara Municipal de Rondonópolis e Comitê Pró-UFR, realiza nesta sexta-feira (13.04), às 19 horas, no Caiçara Tênis Clube, no bairro Jardim Belo Horizonte, em Rondonópolis, audiência pública para debater a implantação e gestão da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR). De autoria dos deputados Eduardo Botelho (presidente da ALMT – DEM) e Janaína Riva (PMDB), o evento atende ao requerimento do senador da República, Wellington Fagundes (PR) e foi lido em Plenário no último dia 3. O debate ampliado contará com a participação de representantes do Ministério da Educação – MEC, da Universidade de Brasília – UNB, da Universidade do Paraná, de professores da UFMT, dentre outros especialistas da área, além de parlamentares e autoridades federais, estaduais e municipais.
O empreendimento atende um antigo sonho da população que luta há 20 anos pela expansão do ensino superior nas regiões Sul e Sudeste, que em breve, contará com duas universidades federais, atendendo quatro microrregiões com 18 municípios com forte vocação econômica.
A criação da UFR foi aprovada pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado Federal, regida pelo Projeto de Lei nº 2/2018, do senador Wellington Fagundes.
Atualmente, Rondonópolis conta com o campus da UFMT, criado em 1976, que oferece 19 cursos de graduação e quatro de pós-graduação (mestrado). A infraestrutura compreende anfiteatro, biblioteca, e seis blocos de salas de aulas, além de prédios que abrigam as unidades acadêmicas e administrativas.
“Vamos debater com a sociedade organizada os caminhos para a consolidação de mais uma universidade federal. Uma luta antiga que começa a se tornar realidade, por isso contamos com a participação dos segmentos envolvidos”, afirmou o presidente Botelho.
Os ministros Blairo Maggi, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, e Valter Casimiro Silveira, dos transportes, Portos e Aviação já confirmaram as presenças.
Assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário