Greenpeace no Brasil

Vereador RODRIGO ZAELI do PSDB-MT

Vereador RODRIGO ZAELI do PSDB-MT
Câmara Municipal de Rondonópolis R. Cafelândia, 434 – La Salle, Rondonópolis – MT, 78710-050 (66) 3422.7554 | (66) 99900.5757 atendimento@rodrigodazaeli.com.br

"Prefeitura de Cuiabá - Trabalhando e cuidando da gente"

TCE MT

"BATERIA BEAT CUIABÁ"

"BATERIA BEAT CUIABÁ"
Av. Senador Filinto Muller, 829. Quilombo, Cuiaba - MT (65) 3637.1634 (65) 9 9994.6505 contato@baterasbeatcuiaba.com.br

quinta-feira, 5 de abril de 2018

"Após renúncia de Fávaro, deputados anunciam permanência no PSD"

Imagem relacionadaQuatro parlamentares pregam apoio à gestão e a reeleição do governador Pedro Taques. Após ser formalizada a renúncia de Carlos Fávaro ao cargo de vice-governador, a bancada do PSD na Assembleia Legislativa comunicou na tarde desta quinta-feira (5) que todos irão permanecer no partido e continuar apoiando o mandato do governador Pedro Taques (PSDB). A permanência foi anunciada em entrevista coletiva à imprensa realizada no gabinete do deputado estadual Gilmar Fabris. Ainda participaram os deputados estaduais Pedro Satélite, Ondanir Bortolini, o Nininho, e Wagner Ramos.
Embora não tenha participado da coletiva de imprensa, o deputado estadual José Domingos Fraga também permanece no PSD.
O líder do PSD no Legislativo, deputado estadual Gilmar Fabris, disse que respeita a decisão de Fávaro em desligar-se da vice-governadoria para concorrer ao Senado.
Porém, não vê motivos para o PSD romper em definitivo com o governo do Estado diante da postura dos parlamentares em apoiar o governador Pedro Taques desde o primeiro ano de mandato.
“Nós manteremos o apoio a governabilidade, mas não significa que iremos dizer amém a todas os projetos. Naquilo que for necessário, faremos as pontuações necessárias. Agora, não tenho dúvida que um rompimento agora não faria sentido algum”, disse.
Fabris ainda ressaltou a lealdade de Fávaro que sempre pregou respeito ao governador Pedro Taques e jamais pediu aos parlamentares qualquer interferência para prejudicar os trabalhos do Executivo.
“Em todas as conversas que mantive com Fávaro enquanto vice-governador, foi solicitado lealdade e transparência na relação com o Executivo”.
O parlamentar ainda acredita que Fávaro pode ser candidato ao Senado numa chapa que tenha o atual governador Pedro Taques como candidato à reeleição ao Palácio Paiaguás.
“É uma aliança perfeitamente viável pela boa relação do PSD com o PSDB consolidada nos últimos anos”.
O deputado estadual Pedro Satélite disse que pesou na decisão da bancada permanecer no PSD o grupo político já formado visando às eleições de outubro.
“Estamos com bases eleitorais consolidadas e a mudança repentina de partido comprometeria o projeto eleitoral”.
O deputado Wagner Ramos disse que só não permanece no PSD como já trabalha para ampliar o quadro de filiados do partido. “Estamos dialogando para acrescentar dois prefeitos ao PSD. Permaneço no partido com o propósito de ampliar a sua força política junto a militância”, concluiu.
Rafael Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário