A MAIOR FEIRA DE MATO GROSSO PARA SUPERMERCADOS, PADARIAS E HOTÉIS.

A MAIOR FEIRA DE MATO GROSSO PARA SUPERMERCADOS, PADARIAS E HOTÉIS.
Av. Historiador Rubens de Mendonça, 2.368 - Sala 104 Bosque da Saúde - Cuiabá-MT - 78050-000 comercial@expovarejo.com.br | Fone: (65) 3057-5200

Iguá Saneamento

Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, nº 158 - Centro - CEP: 78005-906

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

ABAV EXPO 2018 Conecta

ABAV EXPO 2018 Conecta
Av. Olavo Fontoura, 1209 - Portão 1 - Santana, São Paulo - SP E-mail: visit@abavexpo.com.br

quarta-feira, 4 de abril de 2018

"SAÚDE: Maluf defende união de esforços para retomada das obras do novo hospital Júlio Muller"

O deputado considera a construção do hospital a obra mais importante do estado. Durante sessão plenária desta terça-feira (03), o deputado estadual Guilherme Maluf (PSDB) convocou os demais parlamentares a se mobilizarem para viabilizar a retomada das obras do novo hospital Júlio Muller, que estão paradas desde 2014. Em audiência pública realizada por Maluf na semana passada, na Assembleia Legislativa, a Secretaria de Estado de Cidades (Secid) afirmou não ser possível dar prosseguimento às obras devido à ausência de projetos considerados essenciais, que deverão custar de 3% a 5% do valor total da obra.
“Temos que intensificar nossos esforços, nos unir em torno desse tema importantíssimo para o estado. Proponho montarmos uma Frente para discutirmos o assunto e levantarmos recursos para destravar essas obras. Todo mundo tem que ajudar. O que não pode é esse hospital ficar parado e nós perdermos os recursos do Governo Federal”, disse o deputado, na tribuna.
A construção do novo hospital Júlio Muller é objeto do convênio nº 048/2011, firmado entre a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e a Secretaria de Estado de Cidades (Secid). A obra foi orçada inicialmente em R$ 116,5 milhões, porém estimativas atualizadas apontam que o custo total será de aproximadamente R$ 250 milhões.
Conforme projeto apresentado durante a audiência pública, a nova unidade hospitalar terá 291 leitos, sendo 63 de terapia intensiva, e capacidade para atender 75,5 mil pacientes por ano e de realizar 10 mil internações.
Enquanto o Governo do Estado afirma faltar projetos, a UFMT alega que governo não cumpriu a sua parte no convênio, deixando de fazer aporte financeiro no valor de R$ 60 milhões.
“Nós precisamos de mais leitos de hospital em Mato Grosso, pois tem muita gente morrendo sem atendimento e o novo Júlio Muller terá centenas de novos leitos e será um hospital de alta complexidade. No meu ponto de vista, essa é a obra mais importante do estado. A saúde não espera. Temos que agir, pois corremos o risco de perder os recursos do Governo Federal”, alertou Maluf.
Os deputados Wagner Ramos e Zeca Viana reforçaram a necessidade de retomada das obras e se colocaram à disposição para ajudar no que for necessário. “Tenho ido frequentemente ao hospital Júlio Muller e vi a real necessidade dessa construção. Gostaria de montar uma comissão de deputados para começar a trabalhar isso e discutir esse assunto. Estou à disposição para ajudar”, declarou Ramos.
Zeca Viana, por sua vez, sugeriu que a Assembleia Legislativa busque o apoio de instituições ligadas ao agronegócio. “Vamos chamar instituições como a Aprosoja, a Famato e Ampa para conversar. Sei da parceria que elas fazem com o governo, principalmente quando é um assunto de grande relevância como esse, e acredito que também ajudarão no projeto desse hospital”, disse.
RENATA NEVES
Fotos: JL Siqueira / ALMT
Assessoria da 1ª Secretaria

Nenhum comentário:

Postar um comentário