A MAIOR FEIRA DE MATO GROSSO PARA SUPERMERCADOS, PADARIAS E HOTÉIS.

A MAIOR FEIRA DE MATO GROSSO PARA SUPERMERCADOS, PADARIAS E HOTÉIS.
Av. Historiador Rubens de Mendonça, 2.368 - Sala 104 Bosque da Saúde - Cuiabá-MT - 78050-000 comercial@expovarejo.com.br | Fone: (65) 3057-5200

Iguá Saneamento

Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, nº 158 - Centro - CEP: 78005-906

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

ABAV EXPO 2018 Conecta

ABAV EXPO 2018 Conecta
Av. Olavo Fontoura, 1209 - Portão 1 - Santana, São Paulo - SP E-mail: visit@abavexpo.com.br

quinta-feira, 17 de maio de 2018

"A farsa da retomada"

“O Brasil voltou, 20 anos em 2”. O governo ilegítimo escolheu bem a palavra de ordem para marcar seus dois anos de gestão. A cada dia nosso país coleciona retrocessos e ao nosso povo e às suas futuras gerações são legados um futuro incerto e de desesperança. Nesta quarta (16) acrescentamos à nossa coleção de retrocesso a nova prévia do Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), espécie de sinalizador do Produto Interno Bruto (PIB), ele foi recalculado e encolheu para 0,74% em março, fechando o primeiro trimestre de 2018 com queda de 0,13%.Esse resultado, bem abaixo da expectativa, afeta a confiança de forma generalizada no país, movimento que leva os analistas de plantão a alertarem sobre novo ciclo de retração. A avaliação da pesquisa Focus do Banco Central vêm reduzindo a expectativa de crescimento do PIB desde o início do ano. Agora a expectativa é que fique em 2,51% por cento, em janeiro esse índice era de 3%.
pibnobrasilEnquanto Temer comemorava seus dois anos de gestão entreguista e de desmonte total de direitos, o país computa uma economia em recessão, a falta de uma projeto nacional que retome nosso crescimento e emprego. São mais de 13 milhões de desempregados; 10,7 milhões trabalhando sem carteira assinada; e 23 milhões na informalidade (Dados do IBGE, 2018).
A redução da taxa Selic e ganhos sazonais não irão sozinhas superar o cenário de crise que assola nossa país.. A retomada só virá com crescimento econômico forte, alinhado com o aumento do investimento público e privado. Sem isso, somente Temer e sua equipe econômica terão algo a comemorar.
Joanne Mota é jornalista e assessora da CTB Nacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário