A MAIOR FEIRA DE MATO GROSSO PARA SUPERMERCADOS, PADARIAS E HOTÉIS.

A MAIOR FEIRA DE MATO GROSSO PARA SUPERMERCADOS, PADARIAS E HOTÉIS.
Av. Historiador Rubens de Mendonça, 2.368 - Sala 104 Bosque da Saúde - Cuiabá-MT - 78050-000 comercial@expovarejo.com.br | Fone: (65) 3057-5200

Iguá Saneamento

Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, nº 158 - Centro - CEP: 78005-906

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

ABAV EXPO 2018 Conecta

ABAV EXPO 2018 Conecta
Av. Olavo Fontoura, 1209 - Portão 1 - Santana, São Paulo - SP E-mail: visit@abavexpo.com.br

quarta-feira, 9 de maio de 2018

"Câmara aprova autorização para conselhos regionais registrarem tecnólogos em administração"

A profissão de tecnólogo exige curso superior, com duração entre dois e três anos. Proposta voltará para análise do Senado.
A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (8), em caráter conclusivo, o Projeto de Lei 2219/11, do ex-senador Sérgio Zambiasi, que permite aos conselhos regionais de administração (CRAs) reconhecer e fazer o registro do ofício de tecnólogo em administração.
Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Instalação e Eleição de Presidente e de Vice-Presidente. Dep. Hildo Rocha (PMDB - MA)
Relator na CCJ, Hildo Rocha defendeu a aprovação da proposta
O texto foi aprovado na forma do substitutivo da Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público e seguirá para nova análise do Senado, a não ser que seja apresentado um recurso para que a matéria passe antes pelo Plenário da Câmara.
O relator na CCJ, deputado Hildo Rocha (PMDB-MA), defendeu a aprovação do substitutivo.
Lacuna na legislação
O conselho federal da categoria já aprovou o registro da atividade de tecnólogo por meio de resolução normativa (374/09). As entidades locais, entretanto, ainda não realizam a formalização por falta de autorização legal.

A proposta inclui os tecnólogos em administração na lei que dispõe sobre a profissão de administrador (4.769/65). Assim, os conselhos terão autorização legal para fazer o registro da categoria.
A profissão de tecnólogo exige curso superior, com duração entre dois e três anos e obrigatoriedade de estágio supervisionado e/ou um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).
Reportagem - Paula Bittar
Edição - Marcelo Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário