Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

BOLSONARO X CLASSE TRABALHADORA

BOLSONARO X CLASSE TRABALHADORA
BOLSONARO NÃO!

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, nº 158 - Centro - CEP: 78005-906

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

ABAV EXPO 2018 Conecta

ABAV EXPO 2018 Conecta
Av. Olavo Fontoura, 1209 - Portão 1 - Santana, São Paulo - SP E-mail: visit@abavexpo.com.br

sexta-feira, 11 de maio de 2018

"Fechamento de Delegacia em Livramento é bastante criticado por vereadores"

“As criticas se deram no início de maio (03), durante sessão na Câmara Municipal.” Vereadores da cidade de Nossa Senhora do Livramento (32 km da capital, Cuiabá), não economizaram nas críticas ao Governo do Estado de Mato Grosso pelo fechamento a cerca de três meses da unidade da Polícia Civil que detinha o município papa banana. As criticas se deram no início de maio (03), durante sessão na Câmara Municipal. Com o fechamento da Delegacia, os parlamentares temem por aumento da violência na região. “Se quando tínhamos a Delegacia à coisa já não era boa, imagina a situação agora sem ela”, comparou o vereador Edmilson Brandão da Silva (PSDB). Brandão que também é conhecido na região por ‘amigo 21’, ainda disparou: “Hoje a nossa cidade conta apenas um investigador que desempenha a função de registrador de boletins de ocorrência, numa salinha de 12 metros quadrados e sem qualquer condição de uso para esse fim, cujas paredes são de gesso e funcionando num prédio destinado a ser rodoviária do município. É uma vergonha para a nossa segurança. Ainda bem que temos um destacamento da Polícia Militar, senão estávamos num beco sem saída.”
Para o vereador Edésio Pompilho (PSC), o fechamento da Delegacia em Livramento soa como represálias por parte do governador Pedro Taques (PSDB), que em setembro de 2017 foi condecorado pelo Poder Legislativo livramentense, com uma Moção de Repúdio. “O engraçado que na ocasião o Governador do Estado recebeu o ‘Repúdio’ justamente pelo mesmo motivo, ou seja, falta na Segurança Pública”, comparou Edésio.
Outro parlamentar do mesmo partido de Taques, Admárcio Prado sugeriu a formação de uma comissão de políticos da região a ter com o governador, a fim de pedirem o retorno da unidade e também de um delegado. “Vamos procurar juntamente com o prefeito Souza, os nossos deputados estaduais, federais e senadores e ter com o secretário de Segurança Pública e o governador Pedro Taques para que reveja essa situação”.
Para os parlamentares a insegurança poderá voltar a reinar mais fortemente no outrora bucólico município com mais ocorrências de roubos, furtos, estupros e até latrocínios como o que aconteceu com ex-secretária de Desenvolvimento da Agricultura Familiar de Livramento, Tereza Rios, e o marido, Aluízio de Lara, ocorrido em 12 de agosto de 2017.
Elizeu Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário