Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

"Prefeitura de Cuiabá - Trabalhando e cuidando da gente"

Todos juntos contra a dengue

quinta-feira, 24 de maio de 2018

"POLÍTICA: Gilberto Figueiredo cobra e diz que demandas são negligenciadas pela presidência da Câmara "

O vereador Gilberto Figueiredo (PSB) utilizou a tribuna, durante sessão ordinária desta quinta-feira (24), para cobrar o cumprimento dos requerimentos solicitados ao presidente da Casa, Justino Malheiros (PV). Gilberto ressaltou que boa parte das demandas anteriormente apresentadas e aprovadas não foram sequer atendidas pela presidência. Para o vereador, a situação de inércia parece estar ligada às questões pessoais dos parlamentares, visto que Gilberto se declarou contrário à mudança regimental que possibilitaria a reeleição da mesa diretora da Câmara – inclusive a de Justino.
“Acredito que duas questões atrapalham a harmonia desta Casa: a CPI e os processos pré-eleitorais da Câmara. Eu não gostaria que isso contaminasse a atuação dos vereadores e tenho sentido que os meus direitos, como parlamentar, estão sendo tolhidos”, declarou.
Durante o discurso, Gilberto destacou a dificuldade para se conseguir os documentos solicitados via requerimento em sessão plenária.
“Eu solicitei informações a respeito de um processo de sindicância que aconteceu nesta Casa e, para a minha surpresa, recebo a negação ao acesso dessas informações – que o presidente, inclusive, encaminhou por meio de ofício para o Ministério Público. Me parece uma negativa pessoal”, enfatizou.
O vereador também reforçou que até mesmo as gravações de vídeo, realizadas durante as sessões ordinárias da Câmara, estão demorando para serem enviadas ao gabinete. De acordo com Gilberto, ainda não foi entregue a cópia da sessão do dia 15 de maio – mesmo passados quase 10 dias da referente ocasião.
“A quem interessa esse tipo de comportamento?”, indagou Gilberto.
HISTÓRICO - No dia 16 de maio, Gilberto Figueiredo oficializou um mandado de segurança em defesa do direito de pedido de vista – a ele negado em duas diferentes ocasiões.
Durante as sessões dos dias 10 e 15 de maio, o vereador teve os seus pedidos de vista indeferidos pelo presidente Justino Malheiros. O mandado de segurança visa justamente a defesa do direito parlamentar de obter vista.
“A minha manifestação é de caráter pedagógico, para que tal falha não aconteça novamente e para que não tenhamos os nossos direitos cerceados”, declarou.
ZF PRESS

Nenhum comentário:

Postar um comentário