A MAIOR FEIRA DE MATO GROSSO PARA SUPERMERCADOS, PADARIAS E HOTÉIS.

A MAIOR FEIRA DE MATO GROSSO PARA SUPERMERCADOS, PADARIAS E HOTÉIS.
Av. Historiador Rubens de Mendonça, 2.368 - Sala 104 Bosque da Saúde - Cuiabá-MT - 78050-000 comercial@expovarejo.com.br | Fone: (65) 3057-5200

Iguá Saneamento

Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

Vivência com o povo Xavante, 6 a 12 de Julho de 2018

Vivência com o povo Xavante, 6 a 12 de Julho de 2018
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Greenpeace no Brasil

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

terça-feira, 3 de julho de 2018

"Cultura da Amazônia é destaque em livros do autor Tiese Teixeira Junior"

Tiese Teixeira Júnior é professor da Escola Básica Pública, na Amazônia Brasileira. Mestre em Dinâmicas Territoriais e Sociedade na Amazônia (PDTSA), área interdisciplinar da Universidade Federal do Pará (UFPA) 2014. Doutorando em Ciência Socioambiental, pelo Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (NAEA), da UFPA. Professor da rede. Escreve sobre a região Amazônica desde de 2007. É autor dos livros “Estudos Amazônicos: Ensino Fundamental”; “Escolas da Amazônia: Memórias”; “Pelas Margens do Pará”. Estudos Amazônicos: Ensino Médio “Fazendo as pazes com a natureza?”, “Ensino de História e Linguagens: Estratégias Interdisciplinares para Educação Básica”, e “No Tipiti, na Peneira”. Participa do Grupo de Estudos e Pesquisas Sobre Mudança Social no Sudeste Paraense (GEPEMSSP), da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, UNIFESSPA.

“É como se fossem “estrangeiros”, nascidos na mesma nação. Por exemplo, na Amazônia Paraense (sudeste do Pará, Marajó, Baixo Amazonas, Belém) há uma forte diversidade de modos de falar, costumes alimentares e danças folclóricas.”
Escritor Tiese Teixeira Júnior, é um prazer contarmos com a sua participação na revista Divulga Escritor. Conte-nos, como surgiu o seu gosto em escrever sobre a Amazônia e sua cultura?
Tiese Júnior - Bem, eu trabalhava como professor na escola básica em 2007, com uma disciplina regional chamada Estudos Amazônicos. Onde eu trabalhava não havia livros sobre a Região Amazônica; então, esta necessidade me levou a escrever textos para os meus alunos e desde então não parei mais. A Amazônia tem uma história muito diversa e com muitas possibilidades de escrita, por exemplo; e isso também se revela um desafio na hora de escolher um tema e qual abordagem focar.
O que mais o surpreendeu nestes anos de pesquisa e estudos sobre as diversas “Amazônias Brasileiras”?
Tiese Júnior - O desconhecimento das pessoas que vivem na Amazônia sobre a própria Amazônia. É como se fossem “estrangeiros”, nascidos na mesma nação. Por exemplo, na Amazônia Paraense (sudeste do Pará, Marajó, Baixo Amazonas, Belém) há uma forte diversidade de modos de falar, costumes alimentares e danças folclóricas.
Dos livros abordando esta temática, qual o que levou mais tempo para ser escrito e publicado? Apresente-nos a obra.
Tiese Júnior - O livro “Estudos Amazônicos - ensino fundamental” – foram três nos de pesquisa e escrita. Levou quatro anos para ser publicado. O livro traz uma proposta de conteúdo para o 6º, 7º, 8º e 9º anos do ensino fundamental. História da Amazônia, desde o período colonial, até o século XXI, letras de músicas regionais, lendas e atividades com leitura dirigida compõem o livro. Escrito em uma linguagem acessível, este livro marca minha estreia como escritor.
O que diferencia “Estudos Amazônicos – ensino fundamental” de “Estudos amazônicos – ensino médio”?
Tiese Júnior - No livro do ensino fundamental, a história regional é a base principal. As lendas e letras de músicas, que também compõem o livro, trazem uma dimensão lúdica ao conjunto da obra, que objetiva mostrar a diversidade de saberes que compõem esta região. No livro do ensino médio, a história dialoga com a sociologia, a educação, a cultura e a antropologia em textos mais densos e com uma intenção de pensar a Amazônia pelo viés interdisciplinar.
Apresente-nos “No Tipiti, na peneira”
Tiese Júnior - Este livro trata do universo da mandioca, da qual se faz farinha, um alimento importante na região. Amparado no trabalho de mulheres, os costumes alimentares dos ribeirinhos estão representados em contos, que se baseiam em cenas e cenários da vida na região. Este livro é o primeiro de uma série de 3, que se chama “Mandioca: da Raiz ao Andor”.
Como foi a escolha do título?
Tiese Júnior - A intenção era apresentar dois importantes artefatos, o tipiti e a peneira, utilizados no trabalho de produção de farinha, com o objetivo de informar os leitores, desde a capa, sobre esse universo particular, que é o da produção da farinha de mandioca.
Qual a mensagem a ser transmitida ao leitor por meio dos contos que compõem a obra?
Tiese Júnior - O mundo das mulheres que trabalham na produção da farinha, e também criar uma aproximação da linguagem própria desse mundo.
Apresente-nos os títulos dos livros publicados
ESTUDOS AMAZÔNICOS - ENSINO FUNDAMENTAL. (Didático) Belém, editora Paka-Tatu, 2010;
ESCOLAS DA AMAZÔNIA: MEMÓRIAS. (Contos de Escolas Amazônicas) Belém, editora Paka-Tatu, 2015;
PELAS MARGENS DO PARÁ. (Contos) Curitiba, editora FRAGMENTOS, 2016;
ESTUDOS AMAZÔNICOS - ENSINO MÉDIO, (Livro didático) Curitiba, editora Prismas, 2016;
FAZENDO AS PAZES COM A NATUREZA? (Dissertação de Mestrado) Curitiba, editora Prismas, 2017;
ENSINO DE HISTÓRIA E LINGUAGENS. (Experiências com ensino de história, na escola básica, mediados por leitura e escrita) Curitiba, Editora Prismas, 2017;
NO TIPITI, NA PENEIRA. (Contos) Curitiba, Editora DTX, 2018;
ESTUDOS AMAZÔNICOS, Volume 1. (Didático) Belém, Paka-Tatu, 2018.
Onde podemos comprar os seus livros?
https://www.editorapakatatu.com.br
http://www.editoraprismas.com.br
https://www.amazon.com.br
Soube que já temos livro novo no prelo. Comente sobre os seus próximos projetos literários.
Tiese Júnior - A coletânea AMAZÔNIAS é formada por uma série de 3 livros, que tratam de questões socioamazônicas no âmbito da educação, cultura, economia, política e meio ambiente. Cada volume traz um grupo de pesquisadores, mestres e doutores olhando a região de forma plural. O primeiro volume, que está no prelo, traz 13 artigos que discutem questões socioeducativas e socioculturais e tem o objetivo de auxiliar professores e professoras da escola básica, que trabalham com a “Amazônia ensinada”.
Você tem um canal no YouTube. Quais os principais objetivos do canal? Apresente-nos o espaço.
Tiese Júnior - Bem, a proposta do canal é divulgar livros das áreas das ciências humanas e das linguagens, que tratam da Amazônia e também experiências de ensino, da escola básica pública. Comento os livros de minha autoria e de outros autores.
Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista. Muito bom conhecer melhor o escritor Tiese Teixeira Júnior. Agradecemos sua participação na Revista Divulga Escritor. Que mensagem você deixa para nossos leitores?
Tiese Júnior - A Amazônia possui mundos, ainda muito desconhecidos para todos nós, especialmente a História, a Geografia, a Sociologia e a Cultura dessa região. Dê-se a oportunidade, por meio da literatura, de conhecer a diversidade de modos de vida que existem aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário