A MAIOR FEIRA DE MATO GROSSO PARA SUPERMERCADOS, PADARIAS E HOTÉIS.

A MAIOR FEIRA DE MATO GROSSO PARA SUPERMERCADOS, PADARIAS E HOTÉIS.
Av. Historiador Rubens de Mendonça, 2.368 - Sala 104 Bosque da Saúde - Cuiabá-MT - 78050-000 comercial@expovarejo.com.br | Fone: (65) 3057-5200

Iguá Saneamento

Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

Vivência com o povo Xavante, 6 a 12 de Julho de 2018

Vivência com o povo Xavante, 6 a 12 de Julho de 2018
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Greenpeace no Brasil

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

quinta-feira, 5 de julho de 2018

"Senador garante com Temer recursos para construção de ferrovia em MT "

O senador José Medeiros (Pode-MT), coordenador da bancada de Mato Grosso, obteve do presidente Michel Temer (MDB) a garantia que o estado receberá R$ 4 bilhões de investimentos para construção de 383 quilômetros da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste (Fico), conforme definição do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (CPPI) do governo federal. Nesta quarta-feira (4), Medeiros se reuniu com o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, para discutir o assunto e evitar que os recursos sejam retirados de Mato Grosso e enviados para os estados do Pará e Espírito Santo. “Em nome da bancada federal de Mato Grosso conversei com o presidente Michel Temer e com o ministro Padilha e obtivemos a garantia de que os recursos para construção de 383 quilômetros da Fico estão assegurados. Foi necessária essa conversa em função da reação dos estados do Pará e do Espírito Santos após o anúncio que Mato Grosso receberia esse investimento. Não vamos entrar nesse mérito. O que eu e toda a bancada defendemos é que seja construída a ferrovia. “É de extremo interesse não só para o nosso estado, como para a economia de todo o país”, frisou Medeiros.
Os recursos são para a construção do trecho da Fico entre Água Boa, cidade a 743 km de Cuiabá, e o município de Campinorte, no estado do Goiás. Esta será a primeira ferrovia construída após a nova política adotada pelo governo federal para regulação do setor ferroviário. “A Fico liga, de forma transversal, Mato Grosso e, com certeza, vai dinamizar o transporte e o escoamento de grãos no estado. Portanto, nesta discussão, agora, a única coisa que não podemos permitir é que o Estado de Mato Grosso, que sempre foi deixado para um segundo momento, seja prejudicado neste momento”, afirmou.
O ministro Eliseu Padilha reafirmou o compromisso com Mato Grosso e a prioridade em viabilizar a construção de mais um trecho da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste. “É um sonho antigo não só da população mato-grossense, mas de todo o país. O presidente já garantiu ao senador José Medeiros que nenhuma pressão vai prejudicar o investimento de R$ 4 bilhões que a Vale fará para construção da Fico", enfatizou o ministro.
Padilha lembrou ainda, que o governo federal recorreu à iniciativa privada para construir ferrovias consideradas estratégicas. Em troca, as empresas, como a Vale, terão outros contratos, como concessão de linhas férreas, renovados por 30 anos. “A Fico é prioridade para o nosso governo”, concluiu o ministro da Casa Civil.
A Fico será construída pela mineradora Vale, que em troca terá as concessões das linhas férreas Carajás (no Pará e no Maranhão) e Vitória–Minas renovadas até 2057.
Assessoria | PODE-MT

Nenhum comentário:

Postar um comentário