Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

BOLSONARO X CLASSE TRABALHADORA

BOLSONARO X CLASSE TRABALHADORA
BOLSONARO NÃO!

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, nº 158 - Centro - CEP: 78005-906

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

ABAV EXPO 2018 Conecta

ABAV EXPO 2018 Conecta
Av. Olavo Fontoura, 1209 - Portão 1 - Santana, São Paulo - SP E-mail: visit@abavexpo.com.br

quarta-feira, 8 de agosto de 2018

"AFINAL DE CONTAS VOCÊ ELEITOR ACREDITA NUMA RENOVAÇÃO POLÍTICA EM NOSSO ESTADO?

Mas afinal, por que é tão difícil renovar a política no Brasil e nos Estados? A forma como o sistema e as regras estão estruturados, tendem a beneficiar quem já faz política e dificultar a entrada dos novatos. *ISSO É FATO*. As estruturas dos partidos são completamente engessadas, hierárquicas e prontas para eleger certas figuras (aquelas mesmas figurinhas carimbadas) e talvez com rara exceção para trazer um (único) novo nome para o contexto político. Ao mesmo tempo em que o Brasil assiste à criação de movimentos que defendem a renovação política e ao surgimento de escolas de formação de novas lideranças, as principais previsões para as eleições de 2018 não são de grandes mudanças. E para quem acreditava que colocaria *TODOS * num mesmo patamar numa largada igualitária deu com os burros n’agua. A começar pela *estrutura dos partidos políticos* os quais seriam colocados à disposição dos até então pré-candidatos.
Como candidaturas avulsas ou independentes não são permitidas no Brasil, para disputar uma eleição é obrigatório estar filiado a um partido político pelo menos seis meses antes do pleito. Apesar de ser relativamente fácil se associar a um partido, as siglas tendem a dar mais oportunidades e a serem mais receptivas aos novatos que são potenciais puxadores de votos. Ou seja, você pode ter admiração, ter participação popular, ter ideais e idéias que abraçam e beneficiam o coletivo porém o que para os mandatários partidários realmente interesse é se você tem ou não potencial de voto nas urnas.
Após isso vem um elo que não deveria mais desde o descobrimento do BRASIL ainda toca qualquer eleição conhecida como *FINANCIAMENTO DE CAMPANHA*.
Além de não terem as portas abertas, os partidos se transformaram em importantes financiadores de campanha e tendem a patrocinar *QUEM JÁ ESTÁ NO PODER OU SEJA QUEM DETÉM MANDATO*.Esses recursos tendem a ser distribuídos pela cúpula dos partidos e a fortalecer quem já está no poder. É a Força dos que já têm MANDATO apontam na lógica de privilegiar quem já está inserido no cenário parlamentar, o sistema político dá especial atenção aos donos de mandatos ou de cargos que conseguem usar a máquina pública.
Daí então você ELEITOR tente vislumbrar um JOVEM IDEALISTA como este que aqui escreve *SERVIDOR PÚBLICO ESTADUAL e ASSALARIADO*, que vai disputar com alguém que já tem *SEDE FÍSICA EM DIVERSOS MUNICÍPIOS, ASSESSORES DE MARKETING,CONTADOR,ADVOGADOS, SE EXIBEM DESLOCANDO-SE EM AVIÕES, BATALHÕES DE CABOS ELEITORAIS, E UMA AMPLA REDE DE RELACIONAMENTOS COM PREFEITOS E VEREADORES*,salientando a condição de desvantagem dos que não têm "um aparelho" funcionando a seu favor.
E obviamente tem o fator denominado *discurso político*. Apesar das dificuldades impostas pelo sistema, os novatos também podem acabar criando dificuldades para si mesmos. Jovens ou neófitos na política nem sempre conseguem fugir do discurso tradicional e impor um tom realmente “novo” pois passa eleição vem eleição os discursos tem sido um mister de “Déja Vú” ou seja mais do mesmo, muito embora tenhamos vivido algumas manifestações claras de querer acordar mas logo se entorpecem com carnaval e copa do mundo .
Por fim tenha em menta o fator final dessa conta que é *a disposição do eleitor*, pois, na ausência do novo, o eleitor prefere votar branco ou nulo
A aparente pequena disposição do eleitor em mudar o sistema também é citada pelos pesquisadores como um dos fatores que dificulta essa renovação.
Tamanha insatisfação com a política tem refletido no índice significativo de eleitores que preferem votar em ninguém.
Votos brancos e nulos crescem a cada pesquisa de intenção de votos e, segundo o Datafolha, atingiram neste mês patamares recordes. *Em cuiabá e Várzea Grande que são nossos dois maiores colégios eleitorais OS INDECISOS ULTRAPASSAM 90%*. A depender do cenário, o número de pessoas que declara votar branco ou nulo varia de 17% a 28% na pesquisa Datafolha de junho, feita com mais de 2 mil pessoas em 174 municípios.
Estes são votos de protesto, de negação da política. A fase em que a gente está é de um mau humor terrível onde até se predispor se colocar a concorrer é taxado como mau caráter e outros impropérios.
Diante de todos estes ASPECTOS que nos impedem de ao menos tentar encontramos abrigo em algo não PALPÁVEL porém que se encontra dentro de nós e podemos senti-la,mesmo que um simples fagulha que se chama: *FÉ, ESPERANÇA E AMOR*.
A FÉ que venceremos uma batalha assim como nos levantamos todos os dias, a ESPERANÇA de dias melhores para todos e o AMOR ao próximo ao seu semelhante.
CONFIO NOS MEUS AMIGOS E PARCEIRO SERVIDORES PÚBLICOS sejam eles FEDERAIS, ESTADUAIS,MUNICIPAIS ou sejam eles servidores da INICIATIVA PRIVADA porque contra todos aspectos que IMPEDEM A RENOVAÇÃO POLÍTICA nos traz uma única saída: UNIÃO.
MAX CAMPOS é Servidor Público Estadual e Pré- Candidato a DEPUTADO FEDERAL .

Nenhum comentário:

Postar um comentário