Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi, 6 - Centro Político Administrativo, Cuiabá - MT

Conecte na ALMT

Se inscreva no site www.omatogrosso.com e responda a pergunta: QUAL A TV QUE VOCÊ SE VÊ?

Se inscreva no site www.omatogrosso.com e responda a pergunta: QUAL A TV QUE VOCÊ SE VÊ?
O sorteio será dia 05.03.2019 Boa sorte

AJUDE ESTA CAUSA

AJUDE ESTA CAUSA
SANTA CASA DE CUIABÁ | (65) 3051-1946

Impostômetro do Brasil

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

"ESCOLAS PÚBLICAS: ALMT aprova projeto que determina servir lanche antes das aulas"

Proposta do deputado Botelho visa proporcionar melhor aproveitamento de alunos durante as aulas.Os deputados concentraram esforços nesta terça-feira (28) e limparam a pauta com a votação de importantes projetos para Mato Grosso. Um deles é o de número 69/2017, que obriga as escolas da rede pública estadual a ofertar um lanche antes do início das aulas. De autoria do presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), deputado Eduardo Botelho (DEM), o projeto segue para a sanção do governo antes de entrar em vigor a nova lei. Objetivo é propiciar melhores condições de aprendizado aos alunos, especialmente aos carentes, que na maioria das vezes já chegam na escola com fome e têm que aguardar o horário do lanche para se alimentarem.
Conforme o projeto, o alimento deverá ser ofertado 30 minutos antes do início das aulas nos turnos matutino, vespertino e noturno. Dessa forma, serão beneficiados os alunos da Educação Infantil, Fundamental, Médio e Ensino de Jovens e Adultos (EJA).
Botelho defende a proposta como fundamental para o crescimento, a aprendizagem, o rendimento escolar dos estudantes e a formação de hábitos alimentares saudáveis. “Essa lei vai diminuir a deficiência nutricional dos estudantes. Pois, sabemos que alunos bem alimentados tendem a aproveitar muito mais o conteúdo dado em sala de aula”, afirma Botelho.
O deputado chama a atenção para a realidade de muitos alunos da rede pública de ensino que, sem condições, se alimentam de forma precária em suas casas. Muitas vezes, não têm nem um copo de leite para saciar a fome, tendo que esperar até a metade do período de aula para comer o lanche oferecido.
Assessoria
Foto: MAURICIO BARBANT

Nenhum comentário:

Postar um comentário