O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.

O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.
O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.

ANUNCIE CONOSCO

Riseup! Pocket

Riseup! Pocket
Uma experiência que você nunca viveu, em busca dos resultados que você nunca obteve.

GOVERNO DE MATO GROSSO

GOVERNO DE MATO GROSSO
O Nota MT é um programa de incentivo ao exercício da Cidadania

sexta-feira, 28 de setembro de 2018

"DEBATE NA TV: Taques acusa Mauro Mendes de fraude de R$ 100 milhões em incentivos fiscais"

O candidato ao Governo de Mato Grosso Mauro Mendes (DEM) foi beneficiado em mais de R$ 100 milhões em incentivos fiscais concedidos de forma irregular à sua empresa Bimetal Indústria Metalúrgica LTDA. Os fatos constam de relatórios do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e CPI da Renúncia e Sonegação Fiscal da Assembleia Legislativa e são alvo de apuração no Ministério Público Estadual (MPE). O caso foi denunciado nesta sexta-feira (28.09) pelo governador Pedro Taques (PSDB) durante o debate da TV Vila Real e revela suspeitas de fraude na gestão Silval Barbosa (MDB) para beneficiar Mauro. De acordo com a auditoria do TCE, de outubro de 2003 a 2009, a empresa de Mauro Mendes foi beneficiada em R$ 46 milhões. Estima-se que a Bimetal, até o momento, deixou de pagar mais de R$ 100 milhões em impostos. Mauro Mendes foi o segundo empresário que mais demitiu funcionários no Estado, sendo 396 demissões declaradas pela própria Bimetal ao Ministério do Trabalho. Mesmo assim, conseguiu renovar o benefício por mais 10 anos, na gestão Silval Barbosa.
“Cortamos o ‘leitinho’ de muita gente. Eu não passo a mão na cabeça de quem quer que seja. Tomamos todas as medidas para revisar o programa de incentivos fiscais e cobramos a devolução do dinheiro das empresas que recebem esses incentivos. Desde o primeiro ano da nossa gestão, 156 empresas foram retiradas do programa por não estarem cumprindo com as contrapartidas”, disse Pedro Taques.
De acordo com o relatório da CPI a qual o governador fez menção, nos últimos 14 anos, a Bimetal não pagou 100% de ICMS. Conforme auditoria do Tribunal de Contas do Estado, o incentivo concedido poderia ser de máximo 95%. Ainda assim, para receber o benefício, a empresa precisaria de uma autorização do Conselho de Desenvolvimento Empresarial (Cedem). A autorização nunca foi concedida à Bimetal. O fato, segundo Taques, comprova que houve uma fraude para que o candidato ao governo deixasse de pagar os impostos como todo cidadão comum.
“Além de ter benefícios de forma ilegal, não ter pago impostos, o senhor [Mauro mendes] ainda conseguiu quebrar a sua empresa e entrou em recuperação judicial deixando de pagar centenas de fornecedores e milhares de funcionários. Só em Cacoal, no estado de Rondônia, centenas de famílias estão sem receber os salários desde 2015. Mas, Mauro Mendes continua milionário na pessoa física, como comprova a sua declaração de renda”, questionou o governador.
CIRA - De acordo com o candidato à reeleição, sua gestão já recuperou R$ 1,5 bilhão de dinheiro da corrupção, por meio do CIRA (Comitê Interinstitucional de recuperação de ativos). O grupo foi criado por Taques em 2015 como uma alternativa para melhorar a arrecadação do Estado com a prevenção e repressão de atividades de danos ao erário e lesão patrimonial. O Cira é formado por vários órgãos que prestam serviços à população, como Ministério Público, secretarias de Segurança Pública e de Fazenda e Procuradoria Geral do Estado.
“Até o final do ano, chegaremos a R$ 2 bilhões recuperados daqueles que lesaram os cofres do Estado. Estes recursos estão sendo utilizados para saúde, segurança, educação, e outras despesas, como pagamento de salários”, finaliza Pedro Taques.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos