Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

ANUNCIE AQUI!

ANUNCIE AQUI!
SUA EMPRESA COM MAIS VISIBILIDADE E VENDA

Certificado de Responsabilidade Social

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, nº 158 - Centro - CEP: 78005-906

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

sábado, 8 de setembro de 2018

Morte da jornalista foi confirmada no início da tarde pelo Hospital Esperança, onde Graça foi internada.O jornalismo perdeu, na tarde deste sábado (8), uma das mais reconhecidas apresentadoras de TV, Graça Araújo. A morte da jornalista foi confirmada pelo Hospital Esperança, onde Graça foi internada. As informações oficiais são de que a apresentadora sofreu um acidente vascular cerebral hemorrágico extenso e veio a óbito após dois dias de internamento. Ela tinha 62 anos. Na quinta-feira (6), Graça Araújo sofreu um mal estar súbito enquanto estava em uma academia de ginástica no bairro de Boa Viagem, Zona Sul do Recife, e foi levada ao hospital. O velório está marcado para começar às 19h deste sábado, no cemitério Morada da Paz, em Paulista. O corpo da apresentadora será cremado no domingo (9), às 16h.
Em nota, o Hospital Esperança informou que não irá se pronunciar à pedido da família, confira na íntegra.
"A Direção médica do Hospital Esperança Recife informa o falecimento da jornalista Graça Araújo às 12h55 de hoje, ocasionada por um AVC hemorrágico extenso.
A pedido da família, com o objetivo de preservar este momento, não haverá pronunciamento da equipe médica que acompanhou a paciente.
Recife, 8 de Setembro de 2018."
Quem foi Graça Araújo:
Conhecida pela voz, simpatia e firmeza nas palavras, a apresentadora nasceu em Itambé, na Zona da Mata Norte de Pernambuco e ainda na infância foi morar em São Paulo, onde estudou em escolas da rede pública de ensino. No final da década de 1980, após se formar em Jornalismo, voltou a morar no Recife com objetivo de alavancar voos. E foi isso que aconteceu.
Na capital pernambucana, ela trabalhou na TV Globo, TV Manchete, TV Pernambuco e por último TV Jornal, onde estava há mais de 20 anos. No ano de 2010, ela recebeu o título de cidadã recifense.
Há menos de uma semana, ela publicou em seu Instagram que estava feliz com a premiação recebida pela reportagem especial "Neurocirurgia e os desafios no traumatismo", no Programa Livre, que comandava na Rádio Jornal.
Uma frase recorrente na vida da apresentadora era sobre a paixão pela carreira escolhida. “Antes eu queria ser médica, como todo filho de família pobre que quer ajudar as pessoas. Mas achei no jornalismo a oportunidade de trabalhar o compromisso social”, disse Graça durante entrevista.
Ketheryne Mariz/Caminho Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário