Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

ANUNCIE AQUI!

ANUNCIE AQUI!
SUA EMPRESA COM MAIS VISIBILIDADE E VENDA

Conecte na ALMT

AJUDE ESTA CAUSA

AJUDE ESTA CAUSA
SANTA CASA DE CUIABÁ | (65) 3051-1946

Prefeitura Municipal de Rondonópolis

Prefeitura Municipal de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411-3500

terça-feira, 18 de setembro de 2018

"PRA SEGUIR EM FRENTE: Candidata a vice-presidente, Ana Amélia reforça palanque tucano em Mato Grosso"

Candidata a vice-presidente da República na chapa encabeçada por Geraldo Alkmin (PSDB), a senadora Ana Amélia (PP/RS) esteve em Cuiabá nesta segunda–feira (17.09), visitou o Shopping dos Camelôs, reuniu com a militância, atendeu a imprensa e gravou programas eleitorais. A progressista pediu votos para Alckmin, Pedro Taques (PSDB) e Nilson Leitão (PSDB). “É 45 duas vezes. Tenho a convicção de que os brasileiros vão entender que agora é a hora da moderação para recuperar a esperança do povo brasileiro. Como aqui em Mato Grosso, com o nosso Pedro Taques, buscando possibilidades de mais emprego aos jovens desempregados, saúde, escolas e segurança de melhor qualidade para que todos saiam com país melhor do que temos hoje”, disse a candidata, destacando o voto para presidente da República e governador do Estado.Ana Amélia lembrou que, ao lado de Pedro Taques (PSDB), foi apontada pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) como senadores com atuação destacada no Congresso Nacional no combate à corrupção no país.
A senadora destacou que a liberdade de expressão está sob risco, dependendo do resultado das urnas, e fez críticas às atitudes do candidato Fernando Haddad (PT) de desafiar a justiça.
“O brasileiro é cordial, solidário e o Brasil precisa superar esse sentimento dividido de entre ‘nós’ e ‘eles’, uma cultura de intolerância e radicalismo e isso é um risco. O candidato do PT fala em dar indulto ao presidente preso (Lula) em Curitiba (PR) violentando o sistema judicial brasileiro. Isso remete a atitudes autoritárias. Os extremos nunca foram bons conselheiros”, disse.
Para a candidata a vice-presidente, Haddad quer passar por cima do Supremo Tribunal Federal (STF) ao dizer que se for eleito, vai dar indulto ao ex-presidente Lula. “Isso é uma falta de respeito ao estado democrático de direito. Nosso adversário é o PT, o Haddad vai ser a Dilma amanhã, o Lula está colocando um poste para ser seu representante e como disse o Haddad: Lula vai ser o que quiser no governo! Só faltou dizer que quem vai mandar é o Lula e não o presidente, mas ele não vai chegar. Quem estará no segundo turno é o Geraldo Alckmin”.Ela disse também que sempre defendeu o agronegócio e que Mato Grosso precisa de atenção do governo federal para ter mais infraestrutura seja na duplicação da BR-163, além de investimentos em ferrovia, hidrovia. “Mato Grosso precisa de condições para escoar, a cada vez maior safra agrícola”.
Ana Amélia disse que uma das decisões mais difíceis que tomou foi deixar uma candidatura praticamente certa para reeleição para se candidatar a vice-presidente da República. “Troquei 8 anos de um indicativo de uma reeleição para uma atuação de 8 anos por um mandato de 4 anos com resultado incerto. Fiz isso porque o Brasil precisa se reencontrar. Essa divisão de nós e eles dividiu o país. Não foi uma decisão por poder, mas a crença e a certeza que Alckmin tem competência e serenidade e os resultados dele podem ser visto pelos resultados econômicos de São Paulo”.
O governador Pedro Taques também defendeu a candidatura de Alckmin e que este será o melhor projeto político do país. “É uma honra recebe-la aqui. Durante quatro anos fomos colegas no Senado e vi as posições firmes da senadora Ana Amélia nos temas mais candentes da República nesses últimos quatro anos. A senadora Ana Amélia foi uma das líderes do pedido de impeachment no Senador e o deputado Nilson Leitão na Câmara dos Deputados”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário