Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

BOLSONARO X CLASSE TRABALHADORA

BOLSONARO X CLASSE TRABALHADORA
BOLSONARO NÃO!

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, nº 158 - Centro - CEP: 78005-906

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

ABAV EXPO 2018 Conecta

ABAV EXPO 2018 Conecta
Av. Olavo Fontoura, 1209 - Portão 1 - Santana, São Paulo - SP E-mail: visit@abavexpo.com.br

sábado, 6 de outubro de 2018

"147 milhões de brasileiros vão às urnas neste domingo"

Imagem relacionadaNeste domingo, 147,3 milhões de brasileiros aptos a votar, no Brasil e no exterior, vão às urnas, para eleger o presidente e o vice-presidente da República, deputados federais, estaduais e distritais, senadores e governadores. Em 2014, o número de eleitores era de 142,8 milhões, conforme dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Houve, portanto, um aumento de pouco mais de 3% no número de eleitores em quatro anos.


Os brasileiros poderão votar de 8 às 17 horas (horário de Brasília), mesmo se estiverem fora do seu domicílio eleitoral. 

O voto em trânsito pode ocorrer no primeiro, no segundo ou em ambos os turnos, mas somente em capitais e municípios com mais de 100 mil eleitores. O prazo para solicitar o direito de votar fora da cidade onde o eleitor mora encerrou-se em agosto.
Se você estiver fora de seu domicílio eleitoral e não se cadastrou para votar em trânsito, não se esqueça de apresentar o requerimento de justificativa eleitoral.

Os brasileiros que estão no exterior também poderão votar. São 500.727 eleitores aptos a votar fora do Brasil, em 171 cidades diferentes. 

Aqui no Brasil, eleitores e candidatos precisam ficar atentos às condutas proibidas no dia da eleição. De acordo com o TSE, é permitida a manifestação individual e silenciosa do eleitor, como o uso de bandeiras, broches e adesivos. Fica proibida, no entanto, a distribuição de material de propaganda política ou a prática de aliciamento, coação ou manifestação para influenciar a vontade do eleitor.

Da Redação - ND

Nenhum comentário:

Postar um comentário