Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

BOLSONARO X CLASSE TRABALHADORA

BOLSONARO X CLASSE TRABALHADORA
BOLSONARO NÃO!

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, nº 158 - Centro - CEP: 78005-906

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

ABAV EXPO 2018 Conecta

ABAV EXPO 2018 Conecta
Av. Olavo Fontoura, 1209 - Portão 1 - Santana, São Paulo - SP E-mail: visit@abavexpo.com.br

sexta-feira, 12 de outubro de 2018

"FEIRA INTERNACIONAL DO PARAGUAI É ABERTA"

FITPAR18.jpgEmbratur está presente no evento e presidente destaca importância do mercado Sul-Americano para o Brasil. A ampliação do mercado de turismo entre Brasil e Paraguai esteve na pauta da 15ª Feira Internacional de Turismo do Paraguai (FITPAR), aberta nesta sexta-feira (12) no Centro de Convenções Mariscal Lopez, em Assunção. Uma das mais importantes feiras de turismo da América do sul, a FITPAR reúne esse ano cerca de 400 expositores de diversos países. Liderado pela Embratur, o estande do Brasil na feira abriga destinos turísticos de dez estados e 15 empresas, entre operadores e o setor de hotelaria. “O Paraguai é o quarto maior emissor de turistas ao Brasil, em crescimento constante. Temos projetos em comum como a Itaipu Binacional e belezas naturais que podemos promover em conjunto, como o Pantanal e a região do Chaco, ou as missões jesuíticas que se estendem da Argentina, passando pelo Paraguai chegando ao Rio Grande do Sul”, avaliou a presidente da Embratur, Teté Bezerra.
Os números realmente confirmam a força e importância dos países da América do Sul para o turismo brasileiro. Os maiores emissores são Argentina, Estados Unidos, Chile, Paraguai e Uruguai. “Ou seja, dos cinco maiores emissores, quatro estão aqui, são nossos vizinhos”, destacou Teté Bezerra.
Além da presidente da Embratur, a abertura da FITPAR contou também com a presença do embaixador do Brasil no Paraguai, Carlos Alberto Simas Magalhães; da ministra do Turismo do Paraguai, Sofia Montiel, o presidente da Associação Paraguaia de Agencias de Viagens (Asur), Osvaldo Morinigo, além do diretor geral da Fitipar, Victor Pavon. A assessora técnica da Embratur, Leila Holsbach, bem como representantes de diversos países, como o ministro do Turismo da Argentina, Gustavo Santos, e diversas autoridades ligadas ao governo paraguaio e o trade turístico local participaram.
A Feira acontece até o próximo domingo, dia 14. Para a presidente da Embratur trata-se de uma oportunidade para incrementar os trabalhos realizados em parceria com a embaixada do Brasil no Paraguai e iniciativas como o Comitê Descubra Brasil-Paraguai, que reúne empresários que promovem o turismo de paraguaios ao Brasil, e a Câmara de Comércio Paraguai-Brasil, que também ajuda na consolidação de negócios envolvendo o turismo brasileiro”, reconheceu Teté.
Para o diretor geral da FITPAR, Victor Pavon, a participação de diversos países e o número crescente de expositores demonstram a importância do evento. “A cada ano percebemos o interesse maior na feira. Ela cada vez mais consolida marcas e oferece uma variedade enorme de propostas em destinos turísticos”, avaliou Pavon.
Os empresários e representantes de destinos brasileiros estão realmente interessados no mercado paraguaio. Além de 15 empresas ligadas ao setor hoteleiro e de operações de venda de pacotes turísticos, nove estados estão representados na FITPAR dentro do estande da Embratur: Pernambuco, São Paulo, Alagoas, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Paraná, Bahia, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte. Na pauta, dezenas de destinos oferecidos ao trade turístico ou diretamente aos turistas que visitam a feira.
“Estamos pela primeira vez na FITPAR atraídos pelo número crescente de paraguaios que nos visitam”, informou o prefeito de Canela, no Rio Grande do Sul, Constantino Orsolin. No quiosque do município, panfletos, folders e diversos outros materiais de promoção sobre a Cascata de Caracol, Catedral de Pedra, show diário de som e luz da igreja da cidade e a gastronomia variada dos gaúchos. “Estamos satisfeitos com o resultado inicial. Muito interesse demonstrado”, disse o prefeito.
O turista paraguaio já tem os chamados destinos preferidos no Brasil, como Foz do Iguaçu, Rio de Janeiro e as praias de Santa Catarina e do Nordeste. Mas a Embratur, além de consolidar cada vez mais esses destinos, vem incentivando novos destinos como forma de ampliar cada vez mais o interesse pelo turismo brasileiro. Nesse contexto, destinos como Canela (RS), Pantanal, Bonito (MS), Nobres (MT), Amazônia, entre outros, pedem passagem.
O aumento de opções de vôos entre Brasil e Paraguai, bem como para todos os países da América do Sul, é considerado um item importante parra ampliação desse mercado. Já houve avanços nessa oferta envolvendo destinos a Argentina, Chile e o próprio Paraguai. “Essa é uma pauta importante desse processo, mas estamos avançando”, considerou Teté.
Assessoria de Comunicação da Embratur

Nenhum comentário:

Postar um comentário