Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

BOLSONARO X CLASSE TRABALHADORA

BOLSONARO X CLASSE TRABALHADORA
BOLSONARO NÃO!

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, nº 158 - Centro - CEP: 78005-906

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

ABAV EXPO 2018 Conecta

ABAV EXPO 2018 Conecta
Av. Olavo Fontoura, 1209 - Portão 1 - Santana, São Paulo - SP E-mail: visit@abavexpo.com.br

sexta-feira, 5 de outubro de 2018

"Governador reafirma realização de concursos públicos no próximo mandato"

O governador Pedro Taques (PSDB), candidato à reeleição, reafirmou que irá realizar concurso público com 2,6 mil vagas para policiais civis e militares, além de soldados para o Corpo de Bombeiros diante da necessidade de repor vagas em aberto dos profissionais que estão se aposentando ou indo para a reserva remunerada. Mais experiente, Pedro Taques vai ter o desafio de continuar investindo em segurança e reduzindo os índices de criminalidade, colocando mais policiais nas ruas e respeitando os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal. De acordo com informações da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), no período de 2015 a 2018, 1.187 profissionais da segurança pública aposentaram, isso inclui os policiais civis, militares, bombeiros e servidores da Politec. O impacto só não foi maior porque o governador Pedro Taques convocou 3.663 novos servidores da segurança, garantindo a redução dos indicadores dos crimes contra a vida, por exemplo.
Para os próximos quatro anos, a projeção é de que 1.289 profissionais da segurança pública estarão em condições de aposentar ou militares ingressando na reserva remunerada. “Temos o desafio de respeitar a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), respeitar os direitos dos servidores, respeitar o teto de gastos e atender os anseios da sociedade por mais policiamento. Vamos fazer concurso público para 2,6 mil vagas para a segurança e convocar 150 delegados para a Polícia Civil”.
Conforme o governador, serão 1,2 mil vagas para Polícia Judiciária Civil (PJC), 1,2 mil para a Polícia Militar e mais 200 soldados do Corpo de Bombeiros. A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP) já deu início aos processos para a realização dos certames. O concurso deve ser autorizado com a contratação da empresa para o certame no próximo mandato.
Durante o debate da Rádio Centro América FM, o candidato Mauro Mendes (DEM) não garantiu a convocação de profissionais da segurança pública, só falou em enxugar e extinguir secretarias e cortar cargos comissionados. Mendes evitou se comprometer em buscar soluções para a falta de profissionais em uma área sensível como a segurança pública.
“Fizemos concurso para a educação para 5.700 vagas, substituindo dois contratados por um servidor de carreira. Desde o início da nossa gestão demos 49% de aumento real aos servidores da educação e hoje eles têm o 3º maior salário do país. Concedi a RGA (Revisão Geral Anual) todos os anos, 42 mil servidores tiveram progressão de carreira e paguei todos os reajustes conforme a lei das carreiras”, destacou Pedro Taques, ao abordar o apoio aos servidores públicos de todos os setores.
Após a homologação do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) pela desembargadora Marilsen Andrade Addario na última terça-feira (02.10), o Governo do Estado fez a convocação de 200 candidatos classificados no Concurso Público do Sistema Penitenciário realizado em 2017. O TAC firmado entre o Estado e o Ministério Público Estadual (MPE) permitiu ao Poder Executivo fazer o chamamento dos concursados, foi homologado nesta terça-feira (02.10) pela vice-presidente do Tribunal de Justiça, desembargadora Marilsen Andrade Addario. O anúncio foi feito pelo governador Pedro Taques (PSDB), candidato à reeleição, durante o debate na TV Centro América.
Após a posse, os futuros servidores passarão por curso de formação que será realizado pela Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh).
Os candidatos convocados serão alocados em unidades do Sistema Penitenciário nas cidades de Cuiabá, Várzea Grande, Lucas do Rio Verde, Aripuanã, Colniza, São Félix do Araguaia, Porto dos Gaúchos e Vila Rica. Ao todo serão 184 agentes penitenciários e 16 profissionais de nível superior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário