Complexo Hospitalar de Cuiabá

Complexo Hospitalar de Cuiabá
CENTRAL DE ATENDIMENTO 55 65 3051-3000

Águas Cuiabá

Águas Cuiabá
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé 78050-667 - Cuiabá / MT 0800 646 6115

Prefeitura de Tangará da Serra

Prefeitura de Tangará da Serra
Endereço: Avenida Brasil, 2351 - N, Jardim Europa 65 3311-4800

CÂMARA MUNICIPAL DE CUIABÁ

CÂMARA MUNICIPAL  DE CUIABÁ
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - Fone: (65) 3617-1500

segunda-feira, 5 de novembro de 2018

"Carta de suicídio de Baudelaire é vendida por quase 1 milhão de reais"

O poeta francês Charles BaudelaireDocumento de 1845 é arrematado em leilão na França por um valor três vezes maior que o estimado. Em texto dirigido a amante, poeta francês anunciava intenção de se matar, mas acabou sobrevivendo à tentativa de suicídio.Uma carta escrita pelo poeta francês Charles Baudelaire anunciando que iria se matar foi leiloada neste domingo (04/11) na França por 234 mil euros (equivalente a cerca de 986 mil reais), um valor três vezes maior que o lance inicial, informou a casa de leilões Osenat.
O documento, escrito à mão e datado de 30 de junho de 1845, foi endereçado à amante do poeta, Jeanne Duval. Baudelaire, com então 24 anos, tentou cometer suicídio com um golpe de faca, mas sobreviveu aos ferimentos. Ele só morreria 22 anos depois, de sífilis, aos 46 anos.
"Quando você receber esta carta, estarei morto", escreve o francês, antes de relatar os motivos que o levaram a tentar tirar a própria vida. "Me mato porque não posso mais viver, ou suportar o fardo de dormir e ter de acordar novamente."
Baudelaire também declara na carta seu amor a Duval, uma atriz e dançarina nascida no Haiti que seria musa inspiradora de vários poemas publicados em seu livro As flores do mal.
Problemas familiares, críticas literárias, falta de dinheiro e problemas com álcool foram apontados como motivos que teriam levado Baudelaire a tentar se matar ainda na juventude.
O poeta estava atormentado pelas críticas publicadas pela imprensa às suas obras, conforme demonstram alguns recortes de jornal sobre os quais o francês escreveu comentários, que também foram leiloados neste domingo.
A casa de leilões em Fontainebleau, ao sul de Paris, colocou à venda uma série de documentos, entre eles outros manuscritos de Baudelaire, cartas que o poeta recebeu de Eugène Delacroix, Victor Hugo e Édouard Manet e um poema que ele enviou a seu editor Auguste Poulet-Malassis.
A carta de suicídio, ponto alto do leilão, foi arrematada por um colecionador que não teve seu nome divulgado. O item havia sido estimado entre 60 mil e 80 mil euros antes da venda – o mais caro entre os itens leiloados neste domingo.
EK/afp/efe/ots/cp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos