Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

ANUNCIE AQUI!

ANUNCIE AQUI!
SUA EMPRESA COM MAIS VISIBILIDADE E VENDA

Certificado de Responsabilidade Social

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, nº 158 - Centro - CEP: 78005-906

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

segunda-feira, 5 de novembro de 2018

"Educação Como Prioridade: Várzea Grande investe R$ 23,8 milhões em reformas e construção de novas escolas"

Neste final de 2018, Várzea Grande inaugura duas escolas e um ginásio poliesportivo com investimentos da ordem de R$ 2,8 milhões.A prefeitura de Várzea Grande fechará o ano de 2018 com 19 novas escolas entregues, sendo 17 delas unidades que receberam reformas ou melhorias e duas que foram construídas, somando mais de R$ 23,8 milhões em recursos municipais, federais e estaduais investidos para garantir qualidade aos alunos da rede pública e condições de trabalho para os profissionais da educação.
A prefeita Lucimar Sacre de Campos entregou a reforma e ampliação da Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) ‘Ana Francisca de Barros’. A unidade localizada no Bairro 23 de Setembro ganhou duas novas salas de aulas, o que deverá elevar em 43% o número de alunos matriculados para o próximo ano letivo.Somente com a unidade de hoje e com outras duas obras que serão entregues ainda em novembro e dezembro, Várzea Grande terá aplicado R$ 2,8 milhões.
“Nosso compromisso é com uma educação de nível, sendo que para isto, temos investido mais do que o constitucionalmente estabelecido que é de 25% para a Educação, seja em obras, ações ou mesmo na capacitação dos profissionais da área”, disse a prefeita lembrando que todas as escolas reformadas, melhoradas ou construídas seguem padrão elevado com ar-condicionado, laboratório de informática entre outras dependências.
Além das escolas já entregues desde 2016, a secretaria municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, confirmou que serão lançadas ainda nesse ano obras para reforma/reconstrução e de construção de cinco escolas, sendo quatro delas ainda em dezembro e uma para o mês de janeiro de 2019. Mais R$ 10 milhões estarão sendo investidos, com a maior parte dos recursos aplicados pelo Tesouro Municipal.
Como explicou a prefeita Lucimar Sacre de Campos, o ‘pacote’ de obras na área de Educação prevê 21 licitações. “Temos atualmente 81 unidades de educação pública municipal, 27 mil alunos matriculados e 13 escolas que ofertam ensino em tempo integral ou ETA - Escola em Tempo Ampliado. Investimentos financeiro, estrutural e em pessoal, estão mudando a realidade do ensino-aprendizagem de Várzea Grande”.
Durante a entrega da reforma da EMEB ‘Ana Francisca de Barros’, a prefeita lembrou que as duas novas salas dessa unidade estavam com obras paralisadas desde 2012. “A região do 23 de Setembro, tem uma demanda reprimida por vagas em escolas e mesmo assim, a escola convivia com uma obra abandonada”, completou.
A obra que demandou investimentos de R$ 700 mil, em recursos próprios, colocou fim a uma espera de seis anos, já que a construção de duas novas salas estava com projeto paralisado desde 2012. Além das novas salas, a escola passou por manutenção predial, recebeu rampa para acessibilidade e mais segurança com a construção de um muro arrimo. A obra foi sendo realizada sem a necessidade de interromper as aulas ou de transferir os alunos para outro espaço.A prefeita, Lucimar Sacre de Campos, destacou que as obras na área da Educação somam mais de 150 frentes de trabalhos, abrangendo desde a construção e reformas de escolas, bibliotecas, miniestádios e creches, como também intervenções pontuais como reformas de refeitórios, cozinhas, telhados, instalações elétricas, fossas, quadras cobertas e caixas d’água. “Estamos entrando no penúltimo mês do ano e ainda temos duas grandes obras a serem entregues, uma reconstrução geral de escola e em outra a entrega da quadra coberta para outra unidade”.
A prefeita explicou que essas novas unidades a serem reformadas tiveram o calendário letivo antecipado para que o encerramento das aulas, em novembro, pudesse garantir o imediato início das obras. “O planejamento foi feito para que toda a comunidade escolar possa estar iniciando as aulas de 2019 nas novas escolas”.
O secretário municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Silvio Fidélis, reforçou que desde 2016 a prefeitura vem realizando uma grande força tarefa para melhorar a infraestrutura da rede pública municipal. “Entre 2016 e 2018 entregamos 19 escolas, sendo 17 unidades reconstruídas e outras duas construídas. Entre as 17, havia unidades que estavam completamente inutilizadas e abandonadas pelas gestões anteriores. Somente em 2018, foram sete escolas já entregues. Existem ainda 14 CMEIS - Centros Municipais de Educação Infantil ou as antigas creches com obras em execução ou em processo de licitação para serem entregues à população até 2020”.Fidélis completou dizendo que em novembro será entregue a quadra coberta com vestiário para os alunos da EMEB ‘Lenine de Campos Póvoas’ e a reconstrução da EMEB ‘Antônio Lino de Campos’, em dezembro.
Sobre as ordens de serviço, o secretário conta que das cinco unidades que aguardam o início das obras, três terão reforma geral, as EMEBs ‘Air Addor’, ‘Honorato Pedroso de Barros’ e ‘Napoleão José da Costa’. A EMEB ‘Júlio Domingos de Campos’ será ampliada e reformada e uma nova unidade, estadual, será construída por meio de parceria entre Estado e município no Parque Sabiá.
ENTREGA - O diretor da EMEB, Rodolfo César Corrêa da Costa, contou que as duas novas salas poderão ampliar em até 100, o número de novas vagas (matrículas) para o ano letivo de 2019. Atualmente, são 230 alunos da Educação Infantil ao 5º ano do Ensino Fundamental. “A obra, além de ampliar nossa capacidade de atender à demanda local, se deu sem qualquer prejuízo ao nosso calendário. Encerraremos 2018 no dia 22 de dezembro”. Rodolfo pontuou ainda que a reforma da unidade motiva a comunidade escolar. “É uma demonstração de que a atual gestão acredita no trabalho que está sendo realizado e nos ajuda a melhorar nossos resultados”.
A presidente do bairro 23 de Setembro, Vilma Gonçalves, disse que a ampliação da escola era muito aguardada e “muito necessária para a população local”. Como completou: “Ver nossa escola finalmente reformada e ampliada traz um sentimento de conquista e de gratidão, porque essa ação abre oportunidades para que mais crianças possam frequentar uma boa escola e melhor ainda, quando esse direito pode ser exercido perto de casa”.
Marianna Peres

Nenhum comentário:

Postar um comentário