Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

ANUNCIE AQUI!

ANUNCIE AQUI!
SUA EMPRESA COM MAIS VISIBILIDADE E VENDA

Conecte na ALMT

AJUDE ESTA CAUSA

AJUDE ESTA CAUSA
SANTA CASA DE CUIABÁ | (65) 3051-1946

Prefeitura Municipal de Rondonópolis

Prefeitura Municipal de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411-3500

sexta-feira, 23 de novembro de 2018

"Vereadores de Tangará aprovam protesto contra governo Taques"

Resultado de imagem para vereador Rogério Silva (MDB)No apagar das luzes do governo Pedro Taques (PSDB), a Câmara Municipal de Tangará da Serra aprovou, na tarde ontem (21), Moção de Protesto ao governador e ao secretário de Estado de Infraestrutura Marcelo Duarte. Os vereadores querem a suspensão imediata do leilão de privatização das rodovias estaduais MT-246, MT-343, MT-358 e MT-480. A moção de protesto, de autoria do vereador Rogério Silva (MDB), foi assinada e aprovada por unanimidade (14 vereadores), e será encaminhada ao governador e ao secretário de Infraestrutura. As MT’s cortam a região desde o entroncamento com a BR-163 (região de Jangada) e o entroncamento com a BR-364 (região do distrito Itanorte).
Em entrevista ao jornal Tangará em Foco, Rogério Silva critica a atitude do Governo ao querer privatizar as rodovias, sendo que há a cobrança de impostos para a infraestrutura de transportes do Estado, além do Fundo Estadual de Transporte e Habitação, o Fethab, “que possui arrecadação bilionária”, enfatizou Rogério.
Para Rogério, o que falta é gestão eficaz do dinheiro público. “O que vejo é má gestão dos recursos públicos e não acredito que o leilão seja a saída ideal para resolver os problemas nas nossas estradas.", criticou.
Conforme Rogério Silva, foi criado o Fethab 1 e anos depois o Fethab 2, “uma tributação a mais, um imposto que só existe em Mato Grosso, criado com o intuito de garantir vias de qualidade e habitação à população.”
Não sendo suficiente, continua Rogério, agora, através de um leilão, o governo quer privatizar algumas estradas do Estado, dentre elas as rodovias que ligam Tangará a Cuiabá, “onerando ainda mais o cidadão mato-grossense, principalmente aquele que mora na nossa região.”, disse o vereador.
Rogério ressaltou que em 2016 o governo do Estado arrecadou R$ 900 milhões com o Fethab, e em 2017 foram arrecadados 40% a mais. “Isto é, mais de 1 bilhão e 300 milhões de reais, mas os problemas nas nossas estradas são imensos, continuam.", criticou.
O vereador Rogério Silva disse esperar que o governador eleito Mauro Mendes (DEM), que tomará posse em janeiro de 2019, deverá encontrar alternativas para dar mais qualidade às estradas de Mato Grosso sem precisar fazer leilão para concessão das rodovias à iniciativa privada.
Arlindo Teixeira Jr.

Nenhum comentário:

Postar um comentário