O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.

O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.
O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.

MAIO AMARELO

Iguá Saneamento

Iguá Saneamento
Rua Gomes de Carvalho, 1306 - 15º andar - São Paulo - SP

Trabalhando e Cuidando da Gente

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

"Em audiência, Wellington pede a ministro expansão do ensino superior em MT"

Este ano, a Federal de Rondonópolis já opera com orçamento próprio; senador defende Medicina no Araguaia. O ministro Ricardo Velez Rodrigues, da Educação, recebeu do senador Wellington Fagundes (PR-MT), líder do Bloco Moderado, pedido para que priorize a expansão do ensino superior em Mato Grosso. Ele ouviu atentamente a explanação as necessidades de cada região do Estado “Precisamos garantir acesso dos nossos jovens para atender a demanda de um estado que dá respostas efetivas ao conjunto dos interesses da União” – frisou o senador, que deverá continuar ocupando vaga na Comissão de Educação.
O encontro aconteceu na quarta-feira, 30. Uma das questões tratadas pelo senador republicano com o ministro Velez Rodrigues diz respeito a efetiva implantação da Universidade Federal de Rondonópolis, a UFR. Este ano, a instituição já trabalha com orçamento próprio, cujos valores foram alavancados em ações do parlamentar, através de emendas ao Projeto de Lei Orçamentária aprovado no final do ano passado.
Este ano, a UFR trabalhará com um Orçamento de R$ 36,5 milhões, divididos entre gestão e manutenção, funcionamento e assistência, além de previdência. “O último passo que falta é a aprovação de um projeto de lei criando os cargos de reitor e vice-reitor. A matéria já está na Câmara dos Deputados e esperamos aprova-la o mais rápido possível. Faremos gestões nesse sentido” – disse Fagundes.
A UFR inicia seu primeiro ano, após emancipação, com 19 cursos de graduação para atender Rondonópolis e região. São eles: Pedagogia, História, Matemática, Goegrafia, Ciências Biológicas, Ciências Econômicas, Medicina, Sistemas de Informação, Letras (com Habilitação em Português e em Inglês), Ciências Contábeis, Biblioteconomia, Licenciatura em Informática, Zootecnia, Psicologia, Enfermagem, Engenharia Mecânica, Engenharia Agrícola e Ambiental, e Administração (modalidade EAD).
Além da questão da UFR, Fagundes destacou na audiência com o ministro a importância da criação do campus da Universidade Federal de Mato Grosso na cidade de Lucas do Rio Verde – cidade com um dos maiores IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do Estado e colocada entre as cindo melhores cidades do Brasil para se fazer negócios.
Fagundes também apelou ao ministro para a necessidade de avançar no processo de criação da Universidade Federal do Norte de Mato Grosso, na cidade de Sinop. “É uma das cidades que mais crescem no Brasil e isso tem grande importância” – frisou Velez Rodrigues.
Wellington aproveitou para agradecer o ministro da Educação pela liberação dos recursos para o Instituto Federal de Educação em Primavera do Leste, na ordem de R$ 599.959,03. Esses recursos serãoaplicados na aquisição de equipamentos de equipamentos de laboratórios de física e química.
MEDICINA NO ARAGUAIA – Outro ponto debatido pelo senador Wellington Fagundes na audiência com o ministro da Educação foi a criação de um curso de Medicina em Barra do Garças, localizada na divisa entre Mato Grosso e Goiás. Ele explicou ao ministro que existe uma carência de médicos para atender a população da vasta região que compreende todo o Vale do Araguaia, tanto nas cidades localizadas em Mato Grosso como também em Goiás e ainda no Tocantins.
Barra do Garças é considerada cidade-sede do polo educacional da região do Araguaia, composta por 32 cidades e cerca de 480 mil habitantes. “É a única região que não conta com um curso de medicina” - afirmou o senador. Ele avalia que Barra do Garças conta com boas universidades, campus modernos, bem preparados e bem administrados.
da assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos