O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.

O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.
O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.

ANUNCIE CONOSCO

Riseup! Pocket

Riseup! Pocket
Uma experiência que você nunca viveu, em busca dos resultados que você nunca obteve.

GOVERNO DE MATO GROSSO

GOVERNO DE MATO GROSSO
O Nota MT é um programa de incentivo ao exercício da Cidadania

sexta-feira, 26 de abril de 2019

"Vereadores demonstram surpresa e apontam falta de diálogo do Governo com anúncio de plano de viabilidade"

Presidente da Câmara Municipal, Misael Galvão, afirma que houve falta de respeito e diálogo com os vereadores e a Prefeitura. Vereadores por Cuiabá demonstram indignação com o posicionamento do Governo do Estado de informar sobre a elaboração do Plano de Viabilidade para reabertura da Santa Casa de Misericórdia sem dialogar com a Prefeitura e a Câmara Municipal. Há mais de quarenta dias, o prefeito Emanuel Pinheiro e os vereadores da Capital buscam solução para a reabertura da unidade, promovendo diálogo constante com os funcionários da unidade, Ministério da Saúde, Assembleia Legislativa, Tribunal de Justiça, Tribunal Regional do Trabalho, Ministério Público Estadual (MPE) e o próprio Governo do Estado, que manifestou inúmeras vezes não ter responsabilidade sobre o assunto, mesmo os atendimentos da Santa Casa e de todos os hospitais públicos de Cuiabá serem na sua maioria, de pacientes de outros municípios.
“Ficamos surpresos e indignados com a falta de respeito e diálogo do Governo do Estado, que não procurou a Câmara Municipal e a Prefeitura, que lideraram todo o processo de luta e debate para reabrir a Santa Casa. Os trabalhadores da unidade também não foram procurados. Em conversa com o prefeito, vereadores e com o deputado estadual Paulo Araújo, presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, decidimos aguardar o posicionamento do governador até a próxima semana, dando um crédito a essa nova postura do governador de se interessar pelo assunto, mesmo nós sabendo que a Prefeitura de Cuiabá concluiu um plano de ação que poderia resultar na intervenção da unidade”, disse o presidente da Câmara Municipal, Misael Galvão na noite de quinta-feira (25).
Misael lembrou que o Estado juridicamente não pode fazer a intervenção e que em outras oportunidades, o próprio prefeito já havia dito que só discutiria a intervenção na unidade caso houvesse a confirmação do apoio do Governo do Estado e União. “Além disso, o Estado todas as vezes que procurado, afirmou não ter responsabilidade sobre o assunto”, lembrou.
O prefeito Emanuel Pinheiro afirmou que não importa quem seja o ‘pai da criança’, o mais importante é a reabertura da Santa Casa para dar tranquilidade à população e pacientes em geral, especialmente aos pais e familiares das crianças atendidas pela unidade, além dos profissionais que estão há mais de sete meses sem receber salários.
“A Santa Casa é uma instituição privada, que chegou no absoluto caos financeiro por falta de administração interna, mas que precisa e só será salva com a união de todos, principalmente Município, Estado e Governo Federal. O importante para mim, enquanto prefeito, é acabar com o drama das famílias que estão inseguras e com medo de não ter atendimento para os seus filhos e daqueles trabalhadores que com tanto carinho, cuidam das crianças mesmo estando há mais de sete meses sem receber salários”, disse Pinheiro.
Sobre o anúncio do Governo do Estado em elaborar um plano de viabilidade para a reabertura da Santa Casa, o prefeito apoiou. “Ainda bem que o Estado se colocou à disposição para ajudar a reabrir a Santa Casa. A Prefeitura não tem condições de sozinha, assumir essa responsabilidade e por isso, precisamos da união de todos”, comentou.
Além de Emanuel Pinheiro e Misael, participaram da reunião na Prefeitura de Cuiabá, o deputado estadual Paulo Araújo, presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa; os vereadores Ricardo Saad, presidente da Comissão de Saúde da Câmara de Cuiabá; Marcos Veloso, presidente da CPI que apura os recursos públicos repassados à Santa Casa e Luis Cláudio, relator da CPI e do vereador Renivaldo Nascimento.
Assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos