O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.

O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.
O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.

Multirão Fiscal de Várzea Grande

Multirão Fiscal de Várzea Grande
PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE - AV. CASTELO BRANCO, 2500 - CENTRO SUL, 0800 647 41 42 - (65) 3688-8000

Audiência Pública para Atualização do Texto da Constituição Estadual

Audiência Pública para Atualização do Texto da Constituição Estadual
Auditório Deputado Milton Figueiredo – Assembleia Legislativa de MT

GOVERNO DE MATO GROSSO

GOVERNO DE MATO GROSSO
O Nota MT é um programa de incentivo ao exercício da Cidadania

terça-feira, 1 de outubro de 2019

"Pioneiros da programação na MTI deixam a empresa após 41 anos"

Os analistas de TI Ibraim Rezende e Deusival de Oliveira encerraram seu ciclo de serviço prestado à empresa; eles contribuíram em inúmeros projetos.Considerados os primeiros programadores da Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI), os analistas de Tecnologia da Informação, Ibraim Rezende e Deusival de Oliveira, encerraram seu ciclo de serviço prestado à empresa nesta segunda-feira (30.09), após 41 anos de contribuições significativas para Mato Grosso na área de tecnologia. Por essa razão, eles e outros 45 colaboradores que também deixaram a MTI na mesma data foram homenageados durante uma celebração realizada pelos amigos que cultivaram durante tantos anos. O grupo de 47 colaboradores, assim como os empregados públicos que se desligaram da empresa desde dezembro passado, aderiu ao Plano de Demissão Voluntária (PDV), instituído a fim de assegurar a viabilidade econômico-financeira da MTI e o ajuste fiscal do Estado. No entanto, a dupla de analistas fez parte do primeiro grupo de servidores a atuar no então denominado Centro de Processamento de Dados de Mato Grosso (Cepromat).
Ibraim lembra que o Cepromat foi criado antes da divisão do Estado de Mato Grosso (1977) – e, quando isso ocorreu, houve a necessidade de instituir um grupo para atuar em Cuiabá. “Em 1979 vieram 12 pessoas de Campo Grande para cá, e eu fazia parte desse grupo. Não tem mais nenhum desse grupo hoje. Somente eu que fui contratado para participar da equipe que ficaria aqui. Juntamente com os diretores e técnicos, nós começamos em 1º de janeiro de 1979, quando tudo passou a funcionar aqui em Mato Grosso”, disse Ibraim.
Contratado como programadores, Ibraim e Deusival iniciaram na empresa na mesma data e realizavam atividades como serviços de processamento eletrônico de dados, folha de pagamento, impressão das contas de água e de IPTU, entre outras. Disponibilizar o sistema na maioria dos municípios do Estado foi considerado o principal desafio da história profissional de Ibraim na MTI. Isto porque, além das dificuldades do trabalho em si, o Estado possui distâncias continentais e era preciso interligá-lo.
“Quando existiu essa demanda de centralização da informação, nós fomos colocando terminais de mainframe em todos os municípios, utilizando um sistema de satélite chamado datasat-bi. Aí nós íamos nos municípios, colocávamos uma antena no meio do mato e assim conseguia acesso a todo o sistema do Estado, da Secretaria de Fazenda, do Detran e até da Delegacia de Roubos e Furtos. Tínhamos que viajar muito para conseguir montar toda essa infraestrutura remota”, disse Ibraim.
Esse trabalho aproximou as cidades da capital e agilizou a prestação de serviço ao cidadão, sendo considerado o precursor da rede Infovia, que integrou todos os órgãos estatais, da administração direta e indireta, através de uma rede de computadores com alto desempenho. A rede, inclusive, é o projeto que mais deu orgulho para Ibraim. “A minha área, que é a área de infraestrutura, já fez parte de inúmeros projetos. Mas minha maior realização foi mesmo o projeto da Infovia”, afirmou Ibraim.
Capacidade Técnica
Após tantas realizações e tantos anos, engana-se quem acha que Ibraim ou mesmo Deusival decidiram apenas ver o tempo passar. Com 65 anos de idade, Ibraim se capacitou e obteve a graduação em engenharia elétrica, curso de análise de sistemas, mestrado na área de ciência da computação, além de inúmeros treinamentos. O mais recente foi a pós-graduação na área de nuvem, realizada neste ano.
“Depois de vários cursos, o plano de cargos e carreiras me permitiu mudar e deixei de ser programador e hoje sou analista de TI. Hoje trabalho com um projeto de virtualização. Que, na verdade, já repassei para os meus colegas, pois estou saindo e já não volto”, disse Ibraim.
Já Deusival, no auge dos seus 63 anos, estava cedido para o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) há cerca de 30 anos, onde auxiliou nas grandes evoluções pelo qual o órgão passou. “Antigamente para renovar uma habilitação era preciso que as pessoas do interior viessem para Cuiabá. Isso não existe mais, graças ao trabalho que nós fizemos lá no começo de montar toda essa infraestrutura remota”, lembrou Deusival.Mas não é apenas a capacidade técnica que faz parte da história da dupla: as amizades colaboraram muito para a permanência por tantos anos na MTI. “Fiz aqui muitos amigos, gosto do ambiente da empresa e não tenho nenhuma inimizade. Fico muito orgulhoso de minha trajetória”, afirmou Ibraim.
“Só tenho a agradecer a Deus por ter me dado capacidade para manter as amizades e absorver esse trabalho que na época não era fácil. Por isso, quero agradecer a todos que me acolheram, me aceitaram, minhas limitações e minhas dificuldades”, completou Deusival.
Futuro
Sobre o futuro da MTI, Ibraim foi enfático em dizer que é necessário que a sociedade e a administração pública reconheçam o trabalho da empresa, a capacidade técnica e os benefícios prestados à sociedade, para além da questão financeira.
“Se você prestar atenção, um projeto desses que fazemos, a exemplo da Infovia mesmo, causou na sociedade um impacto enorme. Não é mais preciso se deslocar da sua cidade para conseguir ter acesso aos serviços, como era antigamente. Agregamos valor ao nosso serviço e um valor à administração pública, que não se calcula em números”, garantiu.
Assessoria/Caminho Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos