SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI
Av. Isaac Póvoas, 927, Bairro Goiabeiras

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

"Braço Forte do Campo da Cidade e da Forquilha do Manso! Vereador Tito da Forquilha 14.123"

"Braço Forte do Campo da Cidade e da Forquilha do Manso! Vereador Tito da Forquilha 14.123"
"Juntos Somos Mais Fortes

quarta-feira, 29 de janeiro de 2020

"Projeto Bichos do Pantanal lança 2ª edição de cartilha de Educação Ambiental"

Com base na metodologia do renomado autor norte-americano Richard Louv - que preconiza a importância e os benefícios da conexão com a natureza para o desenvolvimento das crianças, adotada na Educação Ambiental do Projeto - nova edição do material educativo foi revisada e ampliada. O Projeto Bichos do Pantanal - patrocinado pela Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental - vai lançar a segunda edição da cartilha "Conhecer Para Preservar", material didático concebido pela Equipe de Educação Ambiental do Projeto para auxiliar e apoiar as atividades educacionais que abordam as questões ambientais. A nova edição - revisada e ampliada - será apresentada aos professores e educadores da rede municipal de ensino durante o Encontro Pedagógico Municipal de Cáceres (MT), que vai ocorrer dia 7 de fevereiro, sexta-feira no Auditório da Sicmatur. Durante o evento - que vai apresentar o Calendário de Atividades Pedagógicas do Município para o ano de 2020 - os professores poderão ter contato com a publicação que vai auxiliá-los em sala de aula na abordagem de temas ambientais. Exemplares serão distribuídos para as escolas para que possam ser utilizados pelas turmas de diversas idades, principalmente da educação infantil e fundamental e ensino médio.
Além de informações sobre a fauna pantaneira, com páginas dedicadas aos principais animais da região, a cartilha traz informações sobre a formação do bioma Pantanal, aborda aspectos relacionados ao rio Paraguai e toca também a questão cultural, inserindo o pantaneiro como parte integrante de todo o ambiente. A cartilha apresenta atividades lúdicas como palavra cruzada, jogos de identificação de animais, caça-palavras, perguntas relacionadas a seu conteúdo e convida os alunos a se inspirarem em poesia de Manoel de Barros, o poeta pantaneiro.
Visualização da imagem"O tema central de toda a Educação Ambiental desenvolvida pelo Projeto Bichos do Pantanal é a Conexão com a Natureza" explica Mahal Massavi, coordenador da equipe de Educação Ambiental do Projeto. "Nossas atividades são norteadas pelos conceitos do consagrado autor Richard Louv, jornalista e ecólogo" diz o coordenador. Richard é fundador do Movimento Criança e Natureza, cunhou o termo Transtorno do Déficit de Natureza (TDN) chamando a atenção da comunidade internacional para o impacto negativo da falta da natureza na vida das crianças.
Ele é mais conhecido por seu sétimo livro, Last Child in the Woods: Salvando Nossos Filhos do Transtorno de Déficit de Natureza, que investiga o relacionamento das crianças e o mundo natural nos contextos atuais e históricos. Douglas Trent - idealizador e chefe de pesquisas do Bichos do Pantanal, mentor da Educação Ambiental do Projeto - foi contemporâneo de Richard Louv no curso de ecologia na Universidade do Kansas, EUA. A metodologia de seu colega de faculdade o inspirou na elaboração do Projeto. "Richard demonstrou cientificamente a importância da educação ambiental focada na conexão com a natureza" explica Douglas. "Seus estudos demonstraram como a conexão das crianças com a natureza as torna mais focadas, aumentando a concentração. Isso resulta em evidente melhoria do desempenho escolar, além de reduzir os níveis de stress, ajudando a combater a ansiedade e eventuais atitudes violentas entre as crianças" completa. Este modelo de Educação Ambiental - inspirado nas conclusões e propostas de Louv - é adotado pelo Projeto Bichos do Pantanal desde o início dos trabalhos, em 2013.
Visualização da imagemDe lá para cá, até mesmo o Consulado dos Estados Unidos já fez sua contribuição - por meio de doações articuladas e viabilizadas por Douglas Trent - de equipamentos como binóculos, lunetas que são utilizados pela equipe de Educação Ambiental em suas atividades fora da sala de aula, em meio à natureza, como por exemplo a observação de aves. A experiência do Projeto utilizando a metodologia de Louv, de forma pioneira, será apresentada no Congresso Internacional do Children & Nature em maio deste ano em Atlanta/EUA.
"É uma satisfação apresentar a cartilha de Educação Ambiental do Projeto Bichos do Pantanal - agora em edição ampliada e revisada - aos professores de Cáceres" diz Jussara Utsch diretora executiva do Instituto Sustentar, entidade que realiza o Projeto. "Nosso país é privilegiado, temos a maior biodiversidade do planeta. Mas precisamos nos reconectar com a natureza, a melhor forma de conhecer, entender, e, assim, amar para preservar" explica. "Este material vem do desejo de nossa equipe de levar a sala de aula para a natureza. Queremos mostrar aos estudantes que o Pantanal não é um local distante, desconhecido, mas sim um ambiente que integra cada animal, cada árvore, e toda a paisagem, ao dia a dia das pessoas que vivem na região" completa a diretora.
A cartilha pode ser baixada gratuitamente em:
http://www.bichosdopantanal.org/wp-content/uploads/2019/10/Conhecer-Para-Preservar-2019-Arquivo-Reduzido.pdf
Serviço:
Encontro Pedagógico Municipal de Cáceres - MT
Data: 07/02/2020
Hora: 07h30 às 17h
Local: Auditório da Sicmatur - Cáceres - MT
Para mais informações:
Thiago Bernardo – Assessor de Comunicação – Instituto Sustentar/Bichos do Pantanal
comunicacao@institutosustentar.net
Cel.: 31 – 99357-4025
Projeto Bichos do Pantanal
Com patrocínio da Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental, o Projeto Bichos do Pantanal atua na região do Alto Pantanal (Cáceres e Porto Estrela, MT) desde 2013. Nosso foco são as áreas de Educação Ambiental, pesquisas que ampliam o conhecimento científico visando a preservação de espécies da fauna pantaneira e a promoção da sustentabilidade local por meio do Turismo Sustentável. O Projeto já mobilizou, em diversas atividades (entre cursos, eventos, capacitações, atividades de mobilização social e Educação Ambiental), mais de 450 mil pessoas entre crianças, jovens e adultos, comunidade escolar, moradores, visitantes e turistas nos municípios de Cáceres e Porto Estrela – MT.
Saiba mais em: www.bichosdopantanal.org
Instituto Sustentar
O Projeto Bichos do Pantanal é realizado pelo Instituto Sustentar, OSCIP com sede em Belo Horizonte e atuação nacional e internacional. A entidade é dedicada à implementação e execução de projetos que buscam a sustentabilidade econômica, social e ambiental, junto à iniciativa privada, entidades da sociedade civil e setor governamental. O objetivo é promover pesquisas técnico-científicas e boas práticas institucionais e empresariais que permitam o desenvolvimento sustentável de nossa sociedade.
Saiba mais em: www.institutosustentar.net
Thiago Bernardo/Caminho Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos