SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI
Av. Isaac Póvoas, 927, Bairro Goiabeiras

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

"Braço Forte do Campo da Cidade e da Forquilha do Manso! Vereador Tito da Forquilha 14.123"

"Braço Forte do Campo da Cidade e da Forquilha do Manso! Vereador Tito da Forquilha 14.123"
"Juntos Somos Mais Fortes

sábado, 18 de janeiro de 2020

"RECONHECIMENTO DA PM: Policiais são elogiados por trabalho bem executado em grandes apreensões de drogas"

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Jonildo José de Assis, prestou elogio formal nesta sexta-feira (17.01) a nove policiais de unidades do 4º Comando Regional de Rondonópolis que em duas ações distintas realizadas este mês apreenderam 342 quilos de drogas, maconha e pasta base de cocaína. Na primeira operação, no dia 7, no Parque Universitário, em Rondonópolis (212 km de Cuiabá), uma equipe de Força Tática apreendeu 300 quilos de maconha e porções de pasta base dentro de um trator e no fundo falso da carroceria de uma caminhonete. Nessa ação, atuaram o tenente João Felipe Queiroz de Melo, o subtenente Francisco José Matias e os soldados Rogério Mamede de Araújo e Roniel Ferreira Bispo.
Na segunda apreensão, no dia 10, em um trabalho conjunto do Pelotão da PM em Alto Garças (357 km de Cuiabá) e Polícia Rodoviária Federal foram 39 tabletes de cocaína, totalizando 42,5 quilos. O tenente Murilo Bezerra Moraes, os sargentos Artur Porfírio da Silva e João Victor Zorron Soares e os soldados Adriano Galdino Barbosa e José Fernando Santos Lima estavam à frente ação.
Há 26 anos na carreira, 10 deles servindo na Força Tática, essa é a primeira vez que o subtenente Francisco José Matias é chamado para receber um elogio formal, um documento impresso que não ficará restrito a anotação na ficha funcional. “Estou me sentido agradecido e renovado espiritual e profissionalmente para continuar combatendo o tráfico de droga e outras formas de violência”, resumiu.
Formado em Matemática e com especialização em Química pela UFMT, campus Rondonópolis, o único de sua turma a se formar no tempo regular do curso, o subtenente Matias chegou a atuar como professor, porém escolheu dedicar-se exclusivamente à carreira policial.
Para ele, somente quem está no dia a dia do combate à violência sabe o valor de um elogio como esse, do reconhecimento profissional dentro da instituição militar. Matias disse que sabe que é função dele e de todos os policiais é trabalhar pela segurança da sociedade, mas receber um elogio do comandante-geral é a indicação de que está no caminho certo.
Para o comandante-geral, o reconhecimento é devido, é uma maneira de valorizar a dedicação, o compromisso, a ética e todos os valores que representam a essência da missão policial. Assis observou que o policial militar precisa de referências e pode encontrá-las nas atitudes do colega de profissão e nos atos da instituição que integra.
Do ato de entrega dos elogios participaram também o subchefe de Estado Maior coronel Wankley Rodrigues, o comandante do 4º Comando Regional coronel Wilker Sodré, o comandante do 5º Batalhão, tenente-coronel Cândido, e o coordenador de Comunicação e Marketing da PM, tenente-coronel Dias.
Alecy Alves/Caminho Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos