SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI
Av. Isaac Póvoas, 927, Bairro Goiabeiras

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf
Rua Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, - Ed. Marechal Rondon - Centro Político Administrativo - Cuiabá-MT

Loja Oficial - Casa Prado

Loja Oficial - Casa Prado
Camisetas, Polos, Calças, Bermudas, Sapatos e Acessórios de Qualidade na Casa Prado!

sábado, 7 de março de 2020

"DESTAQUE: Por maioria dos votos, vereador Abílio Junior tem o mandato cassado"

Resultado de imagem para vereador abilio juniorPor 14 votos a 11, os vereadores por Cuiabá acolheram o relatório da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar, e cassaram o mandato do vereador Abílio Brunini (PSC) por quebra de decoro parlamentar. A cassação se deu durante sessão extraordinária realizada nesta sexta-feira, dia 06. A medida é reflexo do processo nº 014/2020, referente ao Projeto de Resolução da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar, originada do processo nº 1086/2019, instaurado em desfavor do social cristão. A sessão seguiu todos os ritos regimentais, abrindo espaço, inclusive, para que o parlamentar e seu advogado fizessem a sua defesa oral.
Primeiramente, foi apreciado o relatório da Comissão de Constituição, Justiça e Redação, o qual emitiu parecer pelo arquivamento do processo. O parecer, entretanto, foi derrubado por maioria dos votos.
Diante disso, os vereadores passaram a apreciar o projeto de resolução oriundo do relatório da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Casa de Leis, o qual sugeriu a cassação de Abílio.
Votaram pela cassação os vereadores Marcos Veloso (PV), Adevair Cabral (PSDB), Orivaldo da Farmácia (PP), Chico 2000 (PL), Ricardo Saad (PSDB), Drº Xavier (PTC), Toninho de Souza (PSD), Juca do Guaraná (Avante), Justino Malheiros (PV), Marcrean Santos (PRTB), Luis Claudio (PP), Mario Nadaf (PV) e Renivaldo Nascimento (PSDB).
Os vereadores Abílio, Diego Guimarães (PP), vereador Clebinho Borges (DC) Felipe Wellaton (PV), Marcelo Bussiki (PSB), Gilberto Figueiredo (PSB), Sargento Joelson (PSC), Lilo Pinheiro (PDT), Wilsom Kero Kero (PSL) e Vinicyus Hungueney (PP) votaram contra a cassação do parlamentar.
Assessoria/Caminho Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos