SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI
Av. Isaac Póvoas, 927, Bairro Goiabeiras

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf
Rua Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, - Ed. Marechal Rondon - Centro Político Administrativo - Cuiabá-MT

Loja Oficial - Casa Prado

Loja Oficial - Casa Prado
Camisetas, Polos, Calças, Bermudas, Sapatos e Acessórios de Qualidade na Casa Prado!

terça-feira, 21 de abril de 2020

"Cuiabá deve dar um passo de cada vez, mas não pode ser passo lento, assevera presidente da Câmara"

Principal articulador entre o Executivo Municipal e as entidades comerciais e industriais de Cuiabá, o presidente da Câmara Municipal, Misael Galvão (PTB), destacou a importância do decreto editado pelo prefeito Emanuel Pinheiro nesta segunda-feira (20) no processo de reabertura do comércio — de forma gradual. Misael participou ao vivo de um programa de televisão neste feriado de Tiradentes (21) e disse que a medida representa o pontapé para a normalização dos serviços. “O decreto do prefeito levou em consideração tudo aquilo que eu tenho defendido. Isto é, de que temos que pensar na saúde das pessoas, mas também na mesa do trabalhador, que sente os efeitos da quarentena”, afirmou o presidente da Câmara.
Espontâneo, Misael não escondeu a insatisfação da não abertura de shoppings, bares, restaurantes e serviços como salão de beleza. “É lógico que eu gostaria que abrissem também. Tenho visto de perto as dificuldades pelas quais passam mais três mil pessoas que dependem do Shopping Popular”, disse, ao destacar que Shopping Popular comemora 25 anos neste 21 de abril.
Os mais de 9 mil trabalhadores diretos e indiretos dos Shoppings 3 Américas, Goiabeiras, Pantanal e Estação também correm o risco de perderem o emprego.
“É por isso que garanto: a nossa luta em prol do comércio e dos trabalhadores continua. Não adianta, não vou parar um minuto enquanto não acharmos uma solução segura para a saúde das pessoas”.
Conforme o presidente, em uma situação de epidemia, as decisões são rápidas e nesta semana o importante é fiscalizar os primeiros passos e garantir estrutura, como ampliação de frota de ônibus, por exemplo. “Se tudo estiver dando certo, vamos dar esse segundo passo”.
DECRETO — A decisão anunciada pelo prefeito nesta segunda-feira (20) é fruto de uma solicitação do presidente da Câmara de Cuiabá, após reunião com os representantes da Fecomércio, FIEMT, Facmat, FCDL, CDL Cuiabá e ACC. Da reunião participaram também os vereadores Toninho de Souza, Orivaldo da Farmácia e Luis Cláudio.
Com a articulação do vereador, as entidades se reuniram com Emanuel e entregaram uma carta com uma série de medidas que poderiam ser adotadas para a reabertura gradual do comércio. “E neste decreto, editado levando em consideração os argumentos apresentados pelas entidades, pudemos ver um cuidado muito grande com a saúde também, como deve ser”, afirmou o chefe do Legislativo.
O texto divide em três as fases para a reabertura gradual. As atividades econômicas do comércio varejista e atacadista em geral, que outrora estavam impedidas de funcionar, poderão retomar as suas atividades a partir de 27 de abril. As atividades de prestação de serviços em geral, que outrora estavam impedidas de funcionar, poderão retomar as suas atividades a partir de 04 de maio. Já as atividades industriais em geral, que outrora estavam impedidas de funcionar, poderão retomar as suas atividades a partir de 11 de maio de 2020.
PROTOCOLO DE CONVIVÊNCIA — Todas as atividades deverão respeitar os protocolos de convivência e de distanciamento social voltados ao combate do COVID-19. Por fim, as atividade de ambulante e congênere, a abertura ou realização de feiras livres e exposições em geral, entre outras que ocasionam. aglomeração de pessoas, continuam proibidas.
Assessoria/Caminho Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos