SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI
Av. Isaac Póvoas, 927, Bairro Goiabeiras

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf
Rua Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, - Ed. Marechal Rondon - Centro Político Administrativo - Cuiabá-MT

Loja Oficial - Casa Prado

Loja Oficial - Casa Prado
Camisetas, Polos, Calças, Bermudas, Sapatos e Acessórios de Qualidade na Casa Prado!

quarta-feira, 22 de abril de 2020

"Energisa doa máscaras N95 para Santa Casa "

Equipamentos estavam em estoque próprio e serão repassados a unidades de saúde que são referência para tratamento da Covid-19; 30 mil máscaras de TNT foram compradas do SENAI – MT para distribuição a colaboradores. A Energisa Mato Grosso destinou 300 máscaras N95 para o Hospital Estadual Santa Casa. A unidade de saúde é referência para o tratamento de Covid-19 na capital do estado e a entrega foi feita na tarde da última segunda (20).
De acordo com Patrícia Dourado Neves, diretora geral da unidade hospitalar, as máscaras serão usadas por quem está realmente de frente como vírus, como médicos, fisioterapeutas e enfermeiros.
“Tem sido muito difícil a aquisição de máscaras nesse momento no mundo inteiro. Por isso, as doações são presentes para nós. A N95 é uma máscara totalmente diferenciada e é reutilizável, por isso, é um produto de dificílima aquisição. Teremos critérios para entrega e orientações para uso, seguindo todos os fluxos para o melhor aproveitamento das máscaras”, conta, Patrícia, que ainda recomendou: “Agora é hora de conscientização. Você cuida e mim e eu cuido de você”.
O diretor-presidente da Energisa, Riberto José Barbanera, explica que as máscaras estavam no estoque da empresa no Estado foram doadas e encaminhadas para a Santa Casa. “As unidades foram compradas no começo da pandemia, mas logo ficou claro que a área de saúde tinha muito mais necessidade desse tipo de equipamento de proteção. Estamos fazendo a coisa certa”, completa o Diretor-Presidente.
Além da distribuição das máscaras N95, 30 mil máscaras de TNT foram compradas do SENAI MT para serem distribuídas aos colaboradores e equipes de campo que possuem contato direto com o cliente e que por prestarem um serviço essencial, não podem parar. A ideia é contribuir para que as pessoas cumpram a determinação estadual em relação ao uso das máscaras, mas também fortalecer e apoiar negócios locais, que tragam retorno imediato ao município e ao Estado de Mato Grosso.
“A compra das máscaras pelo SENAI, além de nos ajudar a manter nossos colaboradores, que prestam um serviço essencial, mais seguros durante suas atividades, traz também um investimento importante às industrias aqui em MT. Cada vez mais a Energisa quer investir onde atua, priorizando sempre que possível, o negócio local”, complementa Riberto Barbanera.
Em todo o Brasil, o Grupo Energisa está doando máscaras N95 a hospitais que são referência no tratamento da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. A decisão vai ao encontro da necessidade das instituições por esses equipamentos e às novas orientações do Ministério da Saúde quanto ao uso de máscaras para a população em geral. As unidades beneficiadas ficam nos 11 estados onde a empresa atua na distribuição de energia e que estão no foco do Movimento Energia do Bem. A distribuição está sendo realizada em função da quantidade que cada concessionária tinha em estoque, e ao todo mais de 6 mil máscaras serão distribuidas.
“As máscaras N95 estão sendo bastante necessárias nos hospitais que tratam os pacientes com Covid-19. Decidimos ajudar a suprir essa carência que se repete em todo o Brasil”, afirma Daniele Salomão, Vice-Presidente de Gente e Gestão do Grupo Energisa.
As autoridades de saúde estabeleceram um novo protocolo para as demais máscaras, de TNT e tecido, recomendando o uso para a população em geral. Para suprir a demanda do público interno de dois equipamentos por turno, a Energisa encomendou 323 mil unidades (150 mil de TNT e 173 mil de tecido), sendo a maior parte produzidas por empresas em locais onde o Grupo atua. A distribuição está ocorrendo a todos os colaboradores do Grupo que não estão trabalhando remotamente de casa. Inicialmente, os EPIs estão sendo entregues às categorias que têm contato mais próximo com o público externo: leituristas, almoxarifes, vigilantes e recepcionistas e técnicos de operação. Conforme as encomendas forem sendo entregues, os demais colaboradores também passarão a receber as máscaras.
“Trata-se de uma medida de segurança adicional àquelas que já vigoram desde o início da pandemia, como a distribuição de álcool em gel e novas orientações de higiene e limpeza para todas as unidades e para as frotas. Nossa prioridade é garantir a saúde e a segurança dos colaboradores e a proteção da população em contatos eventuais”, completa a executiva.
Assessoria/Caminho Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos