SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI
Av. Isaac Póvoas, 927, Bairro Goiabeiras

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf
Rua Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, - Ed. Marechal Rondon - Centro Político Administrativo - Cuiabá-MT

Loja Oficial - Casa Prado

Loja Oficial - Casa Prado
Camisetas, Polos, Calças, Bermudas, Sapatos e Acessórios de Qualidade na Casa Prado!

quarta-feira, 24 de junho de 2020

"REFORMA DA PREVIDÊNCIA: Em reunião com deputados, governador aceita emendas de autoria da AL"

Pensão causa mortis e atenção especial a PNEs são aceitas; idade mínima segue norma federal.Em reunião na segunda-feira (22) com deputados estaduais, o governador Mauro Mendes (DEM) sinalizou com a possibilidade de ceder na reforma da previdência ainda pendente de aprovação na Assembleia Legislativa. De acordo com o deputado estadual Wilson Santos (PSDB), o chefe do Executivo, após intenso diálogo com parlamentares, acolheu duas propostas. “Ficou amarrado o atendimento a duas emendas. Uma delas é a causa mortis que vai dar uma pensão vitalícia e integral a família, o que vai ser estendido a todas as categorias do serviço público estadual. Outra emenda trata dos servidores públicos que são portadores de necessidades especiais e serão contemplados de forma especial. Estamos discutindo ainda para aperfeiçoar o texto e submeter a primeira votação”, declarou.Ainda participaram da reunião  o secretário chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, e o diretor presidente do MTPrev, Elliton Oliveira de Souza. Também marcaram presença o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM) e os deputados Faissal Calil (PV), Pedro Satélite (PSD), João Batista (PROS) e Dilmar Dal Bosco (DEM).
 No diálogo, o governador Mauro Mendes ressaltou a possibilidade de criação de uma alíquota extraordinária e progressiva para reduzir o déficit anual de R$ 1,3 bilhão da previdência social, o que tem levado a necessidade de o Executivo remanejar dinheiro de outros setores para honrar o pagamento com aposentados. Um dos itens que o Executivo rejeita alterar na reforma da previdência encaminhada a Assembleia Legislativa diz respeito a idade para a aposentadoria. O texto original prevê 62 anos para mulheres e 65 para homens.
“Com relação à idade mínima, o governador recomenda seguir o mesmo parâmetro da reforma da previdência aprovada pelo Congresso Nacional”, revela o deputado Wilson Santos.
RAFAEL COSTA/Caminho Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos