TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19

TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

MPF em Cuiabá

MPF em Cuiabá
Av. Miguel Sutil, nº 1.120, Esquina Rua J. Márcio (R. Nestelaus Devuisky) Bairro Jardim Primavera

domingo, 28 de junho de 2020

"TELEMEDICINA: Com o coronavírus, telemedicina é impulsionada em Cuiabá, diz médico infectologista"

Visualização da imagemDesde que o Ministério da Saúde reconheceu o exercício da telemedicina no Brasil, a procura pelo serviço tem sido muito recorrente em todo o país. Em Cuiabá, o médico infectologista Cassius Clay Azevedo afirma que a os pacientes buscam acessar um atendimento especializado sem precisar sair de casa e incorrer em risco desnecessário à saúde. "A vantagem é que a telemedicina permite o acompanhamento de pacientes de todos os perfis: os que já sofrem com alguma doença crônicas, como diabetes, hipertensão, obesidade e outras e também àquelas que estão com sinais de alerta de alguma doença, principalmente à Covid-19", explica o médico. 
Segundo o infectologista, pessoas de Cuiabá e todo o Estado estão o procurando para consulta online. Desde de abril, já atendi mais de 100 pacientes. De acordo com ele, o atendimento é feito através do telefone, ou por videoconferência. A escolha é do paciente. “Quando o paciente liga, seus dados são validados e, na sequência, a consulta é iniciada, como a presencial, ouvindo o paciente, as queixas, sintomas, podendo o médico prescrever inclusive exames e medicamentos", detalha Azevedo.
Na visão do infectologista, o acompanhamento e a consulta virtual tornaram-se estratégicos e absolutamente necessários para evitar visitas desnecessárias a hospitais em tempos de epidemia, como a que estamos vivendo. "A consulta virtual não veio para substituir a consulta presencial. Veio para melhorá-la e possibilitar o acesso à saúde ao maior número de pessoas"
Vale destacar que o exercício da medicina a distância, ou telemedicina, no Brasil, além da autorização pelo Ministério da Saúde, está regulado pela Resolução 1.643/2002 do Conselho Federal de Medicina (CFM).
Cassius Clay Azevedo é Mestre em Doenças infecciosas, Médico Infectologista, especialista em Medicina Tropical e pós-graduado em Medicina do Trabalho e Medicina Pericial. Atende presencialmente na CEMEDIG, em Cuiabá e por telemedicina, para todo o Brasil. Mais informações: (65) 99314-4880.
Caminho Politico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos