SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS
Praça Alencastro, nº 158 - Centro

segunda-feira, 20 de julho de 2020

"Ameaças de morte contra opositores da extrema direita na Alemanha'

Repórter teuto-turco Deniz YücelE-mails são assinados "NSU 2.0", aludindo a rede terrorista. Entre destinatários, está repórter Deniz Yücel, condenado na Turquia. Secretário do Interior não descarta rede radical de direita na polícia estadual.Pelo menos 15 figuras da política e jornalismo da Alemanha que se engajam contra a extrema direita receberam e-mails contendo ameaças de morte neste fim de semana (18-19/07), noticiou o semanário Welt am Sonntag.
Mensagens desse gênero estão em circulação pelo menos desde 2018, assinadas "NSU 2.0". Trata-se de uma alusão à rede de terrorismo neonazista Clandestinidade Nacional-Socialista (NSU) que perpetrou uma série de assassinatos entre 2000 e 2007 antes de ser desbaratada.
Das mensagens atuais consta pela primeira vez o nome do repórter teuto-turco Deniz Yücel, que esteve um ano preso na Turquia, acusado de fazer propaganda para o Partido Popular do Curdistão (PKK), desencadeando uma crise diplomática entre Berlim e Ancara.Condenado à revelia na Turquia, mas de volta à Alemanha desde 2018, ele criticou a polícia por não informá-lo do incidente: "Acho inquietante só ter ficado dessas mensagens de ameaça através das pesquisas dos meus colegas do Die Welt", disse, referindo-se ao jornal para que trabalha.
Protesto em Frankfurt contra presença da ultradireita na polícia de Hesse. Cartaz diz: Expor redes de direitaEntre os destinatários da atual série de e-mails estão o secretário do Interior do estado de Hessen, Peter Beuth, a advogada Seda Basay-Yildiz, a líder do partido A Esquerda Janine Wissler e a satirista Idil Baydar, assim como as redações de meios de comunicação. Wissler e Baydar já haviam sido ameaçadas anteriormente.
No início de julho, o secretário Beuth declarou não poder descartar a possibilidade da existência de uma rede de extrema direita dentro da polícia estadual: "Espero da polícia de Hessen que empreenda todos os esforços para dispersar essa suspeita", comentou, e anunciou um catálogo de medidas que incluem a nomeação de um investigador especial para o caso. Na segunda-feira, a bancada estadual do A Esquerda organizou em Frankfurt uma manifestação contra a suposta presença ultradireitista no órgão de segurança.
Pelo menos desde 2018, mensagens contendo ameaças de violência e morte têm sido enviadas a políticos, celebridades e organizações judaicas da Alemanha. Investigadores deduziram que pelo menos três incidentes envolveram acesso ilícito a computadores da polícia, colocando a instituição sob foco negativo.
Segundo a emissora SWR, já em 2017 houve consultas irregulares de dados por dois agentes da lei de Hessen. Além disso, desde 2015 realizaram-se inquéritos contra 65 funcionárias e funcionários da polícia estadual por conexões com a cena radical de direita. Atualmente ainda estão em curso 35 processos, em 17 casos as investigações foram encerradas.
AV/afd,epd,dpa,ots/cp
Caminho Politico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos