TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19

TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

MPF em Cuiabá

MPF em Cuiabá
Av. Miguel Sutil, nº 1.120, Esquina Rua J. Márcio (R. Nestelaus Devuisky) Bairro Jardim Primavera

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

sexta-feira, 14 de agosto de 2020

SAÚDE: Deputado Claudinei aprecia projeto de consultório médico itinerante para região sul de MT"

A Santa Casa de Rondonópolis precisa de apoio financeiro para executar o projeto que vai beneficiar 19 municípios mato-grossenses. A superintendente da Santa Casa de Misericórdia de Rondonópolis (MT), Bianca Talita Franco, apresentou importante projeto para atender a área da saúde ao deputado estadual Delegado Claudinei (PSL), na tarde da última quinta-feira (13), que vai beneficiar 19 municípios da região sul de Mato Grosso. A proposta é levar o atendimento médico para a população através de ônibus com toda a infraestrutura necessária para a realização de cirurgias ambulatoriais de pequeno porte, consultas e exames médicos.
De acordo com Bianca, a aquisição de um veículo deste porte com todos os consultórios, materiais e equipamentos instalados adequadamente, teria um custo aproximado de R$ 7 milhões. Só que inicialmente, ela pretende que seja um projeto experimental, no prazo de um ano, até que os munícipes tenham percepção e entendimento da proposta e metodologia do projeto.
Ônibus Itinerante
Também, ela avalia a importância da parceria com todas as gestões dos municípios. “Como sabemos que demoraria para captarmos estes recursos para a aquisição do ônibus, pretendemos alugar o ônibus, vamos percorrer a região sul, só que será um custo de R$ 150 mil ao mês, o que inclui a locação do veículo, motorista e equipe da saúde. Faríamos 100 consultas médicas, 100 mamografias, 200 exames e 20 cirurgias ambulatoriais de pequeno porte que poderíamos fazer nas macrorregiões. O propósito é realizar 420 atendimentos por dois dias em cada município”, detalha a superintendente.
Delegado Claudinei avaliou a importância deste projeto para atender a região sul, principalmente para aquelas pessoas que sentem dificuldades em ter acesso a um atendimento médico, fazer exames preventivos e obter um diagnóstico rápido e com precisão. “Acompanho os trabalhos da Santa Casa de Rondonópolis e fico impressionado em ver o passo que buscam dar, trazendo um projeto inovador e de alcance para aqueles que precisam de uma assistência médica de qualidade e com excelência. Realmente, parabenizo todos os envolvidos em propor este importante projeto e buscar apoio também com recursos estaduais e federais”, elogia o parlamentar.
Ampliação
A superintendente explicou que a Santa Casa de Misericórdia pretende aumentar o número de municípios a serem atendidos pela instituição, sendo que hoje são 19 municípios. “Em Rondonópolis, temos um hospital bem estruturado para oncologia e, agora, precisamos preparar a Santa Casa para não mais 19 municípios, mas sim, para 25. Estamos saindo de 500 mil habitantes para uma cobertura de mais 700 mil habitantes que vai chegar até o Vale do Araguaia, onde vamos ser referência também”, conta.
Para ela, é necessário o apoio da sociedade civil organizada, empresas privadas e públicas para concretizar essa ideia de ampliar a oferta do Sistema Único de Saúde (SUS) na região. “Nós acreditamos em um projeto que vai servir de referência em nosso país, para que possamos levar a nossa proposta ao Ministério da Saúde, estudamos sobre o que as Santas Casas - que são 65% em todo o país - têm feito e como elas atuam no processo de compras, seleção, recrutamento e transformação. O objetivo é ampliar consideravelmente a oferta de serviços. Hoje, fazemos mais de 12 mil cirurgias por ano, acreditamos que como SUS, podemos fazer mais por menos”, posiciona.
Economia
Com o déficit financeiro enfrentando pela instituição por anos, Bianca conta que no mês de abril deste ano, foi publicado no Portal de Transparência do hospital, que houve uma redução de custo de R$ 1 milhão em relação ao mesmo período do ano passado. “A nossa expectativa é recuperar a Santa Casa em mais um ano. Até o final do ano, em dezembro, é saldar as dívidas e o próximo ano, a gente ter uma Santa Casa, um projeto de cinco anos que vai ser atendido em dois anos. Essa é a nossa expectativa. E levar este modelo para outras unidades hospitalares que também recebem recursos do SUS e para outras Santas Casas que precisam de uma restruturação”, pontua a superintendente.
Na reunião também marcaram presença, o superintendente da Polícia Rodoviária Federal de Mato Grosso, Francisco Lucena, o deputado federal José Medeiros (PODE), o advogado e empresário Euclides Ribeiro, Carley Fernando Welter da Associação Nacional das Empresas Agenciadoras do Transporte de Cargas (ANATC), entre outros convidados.
Entidade – A Santa Casa de Rondonópolis é referência por atender 19 municípios da região sul de Mato Grosso, com 246 leitos – sendo 62 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A entidade filantrópica foi fundada em 1971 e, atualmente, oferece serviços de atendimento adulto e infantil, realiza diversos tipos de cirurgias e serviços de diagnóstico (raio-x, tomografia e ultrassonografia).
Samantha dos Anjos/Caminho Político
Caminho Politico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos