TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19

TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

MPF em Cuiabá

MPF em Cuiabá
Av. Miguel Sutil, nº 1.120, Esquina Rua J. Márcio (R. Nestelaus Devuisky) Bairro Jardim Primavera

quinta-feira, 6 de agosto de 2020

"TRANSPARÊNCIA: Projeto dá publicidade aos motivos para concessão de incentivos fiscais"

Proposta leva ao conhecimento público voto do representante de MT no Confaz. O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) é o autor do projeto de lei (PL 639/2020) que aumenta a transparência dos atos do governo do Estado ao conceder incentivos fiscais e tributários as empresas privadas. Pela proposta, será levado ao conhecimento público o voto do representante de Mato Grosso no Conselho Nacional de Política Fazendária (CONFAZ), em todas as deliberações referentes à concessão ou revogação, total ou parcial, de benefícios
financeiros e fiscais relativos ao Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS). 
A publicidade será feita pelo poder Executivo por meio da Secretaria de Fazenda. As informações, obrigatoriamente, deverão conter a justificativa do voto com o detalhamento da motivação fundada em dados para a concessão do benefício fiscal bem como conter informações a respeito da previsão de impacto financeiro, econômico e social ao Estado, inclusive com informações fiscais relativas ao benefício.
Caberá ainda a Sefaz a responsabilidade pela edição anual, publicada até o último dia útil do primeiro mês de cada ano fiscal, do relatório detalhado contendo todos os convênios vincendos naquele ano fiscal e a respectiva intenção do representante mato-grossense.
Na avaliação do deputado Wilson Santos, o projeto de lei está em conformidade com o interesse público, uma vez que, em um momento de fácil acesso à informação, não cabe ao Executivo omitir informações de qualquer natureza,  ainda mais em se tratando de benefícios fiscais consiste em favorecimento da administração pública a particulares.
“Nos dias atuais não se pode aceitar que os atos administrativos sejam convalidados tacitamente, pela simples omissão do gestor público em comunicar a toda à sociedade as decisões tomadas”, afirma.
RAFAEL COSTA/Caminho Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos