SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI
Av. Isaac Póvoas, 927, Bairro Goiabeiras

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

"Braço Forte do Campo da Cidade e da Forquilha do Manso! Vereador Tito da Forquilha 14.123"

"Braço Forte do Campo da Cidade e da Forquilha do Manso! Vereador Tito da Forquilha 14.123"
"Juntos Somos Mais Fortes

quarta-feira, 23 de setembro de 2020

"POLÍTICA: Barranco cobra contratação de concursados e novas unidades socioeducativas"'


Governador estaria descumprindo determinação judicial e trazendo prejuízos ao estado.
O deputado estadual Valdir Barranco (PT) apresentou em sessão ordinária desta quarta-feira (23), dois requerimentos ao governo do estado voltados ao sistema socioeducativo. No primeiro, o parlamentar cobra a imediata convocação dos 1085 aprovados no concurso público de 2018. Segundo parlamentar, 69 servidores temporários estariam ocupando as vagas destinadas aos concursados.
“A convocação foi um promessa de campanha do governador Mauro Mendes que além de não cumpri-la, ainda desrespeita o artigo 37 da Constituição Federal quem manda que se faça a nomeação dos aprovados e homologados. Vale ressaltar que o estado possui um déficit de 393 agentes do sistema”, explicou o deputado.
No segundo requerimento, Valdir Barranco cobra informações acerca da construção de cinco novas unidades do socioeducativo. Segundo o deputado, “apenas uma obra teria sido iniciada na cidade de Rondonópolis.”
De acordo com o requerimento, “em 2018, a justiça bloqueou mais de R$ 30 mi das contas do estado (processo nº 0050058-97.2018.811.0000) devido ao atraso nas obras determinando o pagamento de multa de R$ 600 mil a cada dois meses de atraso, por unidade não construída.”
“Não podemos aceitar que o estado acumule dívidas causadas por erros administrativos, multas. Estamos falando de dinheiro público e cabe ao governador dar à Assembleia Legislativa e ao povo de Mato Grosso estas explicações. Por que as obras não forma iniciadas, Mauro Mendes? Por que o estado está pagando multas, governador?”, concluiu o deputado.
Robson Fraga/Caminho Político
Caminho Politico #caminhopolitico 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos